Vilões do foco: conheça os principais obstáculos que nos atormentam na hora da concentração

Seja em casa ou no ambiente profissional, ser produtivo requer concentração e foco. Porém, na prática, acabamos esbarrando em alguns complicadores

mulher sentada à mesa, estudando, concentrada, tentando encontrar um foco
(Foto: Shutterstock)

É final de semestre e você precisa se preparar para os testes finais. Algumas semanas antes das provas, planeja distribuir o conteúdo e se programa para estudar três horas diárias. No primeiro dia, perfeito! Foram horas de estudo e, se precisasse, ficaria o dobro do tempo com os livros abertos, você pensa. No dia seguinte, alcançar os 180 minutos torna-se uma missão quase torturante. Já no terceiro, o cansaço bate antes mesmo de começar a estudar, e passar todo o tempo disponível repousando parece ser a melhor escolha. Assim, os dias vão se passando e você, sem perceber, chegou às vésperas da prova sem estudar o mínimo necessário. O resultado: desespero, estresse e, provavelmente, reprovações em algumas matérias. Apesar de ter noção de que precisava se preparar adequadamente, a falta de foco no objetivo final fez com que desperdiçasse momentos importantes para o estudo.

Mas o que leva a essa imensurável perda de atenção? Excesso de tarefas, prazos a cumprir, dezenas de informações disponíveis no intervalo de um minuto e diversos estímulos, tanto de pessoas conversando e televisões ligadas quanto dos aparelhos eletrônicos piscando com notificações… Resumindo, uma infinidade de fatores que somados atuam contra nossa capacidade de focar.

 

LEIA TAMBÉM