Treino funcional queima até 650 calorias por hora

O treino funcional é ideal para a dieta. Ele trabalha o corpo todo, é feito em forma de circuitos e requer força, agilidade, resistência e equilíbrio

Mulher fazendo alongamento para o treino funcional
Foto: iStock.com/Getty Images

A prática do treino funcional é voltada a uma rotina de treinamento em forma de circuito, que trabalha com exercícios livres para deixar o corpo mais preparado para os afazeres do dia a dia. “Envolve treinar o corpo para realizar suas atividades desenvolvidas na vida diária, sendo o indivíduo um iniciante em atividade física, proveniente do sedentarismo, ou mesmo um praticante de esporte já com boa experiência e vivência de movimento”, destaca Marco Rodrigo Vieira Silva, gerente de ginástica da Cia. Athletica de Brasília.

Mulher fazendo alongamento para o treino funcional

Foto: iStock.com/Getty Images

Múltiplas funções

Segundo Alessandro Brufato, professor da Bio Ritmo Academia, os exercícios do treino funcional atuam tanto na melhora da performance de atletas quanto na prevenção de lesões e no emagrecimento. “Consistem em realizar tarefas que enfatizam o trabalho do corpo como um todo, executando movimentos de uma forma integrada e não isolada”, salienta. O treinamento funcional envolve força, agilidade, mobilidade, resistência, velocidade e equilíbrio, variando planos de movimento, utilizando diferentes grupos musculares, visando a qualidade do exercício e seguindo as necessidades individuais de cada praticante. “Tudo isso com foco em tornar o corpo mais inteligente para produzir movimentos precisos e eficientes”, explica Marco. A grande diferença do treinamento funcional com os treinos de musculação habituais é que não utiliza equipamentos ou implementos de treino, sua grande ferramenta é o próprio corpo. Porém, já existem acessórios especialmente desenvolvidos para aumentar a capacidade de adaptação dos praticantes. Outro detalhe distinto é o movimento integrado, em que são ativados vários grupos musculares ao mesmo tempo, em vez de isolar uma única musculatura em certos movimentos, como é feito na musculação.

SAIBA MAIS

Os benefícios da ginástica funcional

Prancha: pratique o exercício que torneia o corpo!

5 mitos e verdades sobre exercícios físicos 

Anime-se para o treino funcional

O treino funcional pode ser executado em qualquer espaço, desde praias, academias e até mesmo no quintal de casa. Os exercícios que auxiliam no emagrecimento são chamados de tarefas de coordenação e agilidade. São feitos em forma de circuitos, contendo movimentos naturais de deslocamentos laterais ou corridas em direções variadas e exercícios de estabilização para fortalecimento do “Core” (núcleo do corpo que corresponde à região de tronco e quadril em seus músculos mais profundos). Para isso, são utilizadas as pranchas abdominais, movimentos de fortalecimento das musculaturas da parte de baixo do tronco, e agachamentos diversos. As rotinas geralmente podem ser executadas por tempo em séries de 1 minuto. Os profissionais salientam a importância da orientação de um personal trainer especializado para a realização das séries, para que sejam respeitados o tempo de execução e as repetições adequadas, corrigindo as posturas dos exercícios e orientando a melhor sequência para cada pessoa.

Queima mais calorias

Por causa da mobilização de vários músculos ao mesmo tempo com o movimento integrado de empurrar, puxar, agachar, girar e lançar, o gasto calórico é acentuado e, dependendo do nível de sobrecarga da sequência do circuito, pode chegar a até 650 calorias a cada 1 hora de prática. Para ter sucesso, é importante uma frequência de 2 a 3 vezes por semana e a progressão nos exercícios.

Consultoria: Alessandro Brufato, professor da Bio Ritmo Academia; Marco Rodrigo Vieira Silva, gerente de ginástica da Cia. Athletica de Brasília