Síndrome do olho seco: cuidados básicos que minimizam os desconfortos

A síndrome do olho seco é uma das principais causas de atendimentos nos consultórios oftalmológicos. Confira 8 atitudes que ajudam a minimizar o incômodo.

Mulher, branca, loira, colocando remédio no olho
Foto iStock.com/Getty Images

A síndrome do olho seco é uma das principais causas de atendimentos nos consultórios oftalmológicos. Ela ocorre quando existe a falta de produção de lágrima ou quando o filme lacrimal sofre alguma alteração. Provoca grande incômodo, por causar ardência, coceira, sensação de areia nos olhos, além de cansaço e vista embaçada. Se não tratada corretamente, pode levar até a uma lesão do globo ocular.

Mulher, branca, loira, colocando remédio no olho

Foto iStock.com/Getty Images

“As causas são multifatoriais. Pode ser uma consequência de uma doença autoimune, artrite, problemas com glândulas ao redor dos olhos, uso do computador numa posição alta demais, que faz com que a pessoa diminua o número de piscadas. O importante é detectar a causa para fazer o tratamento clínico adequado”, afirma o oftalmologista Renato Silva. Para minimizar os desconfortos, existem algumas atitudes simples e fáceis. Confira!

Acerte a altura da tela do computador

O ideal é que ele fique um pouco mais baixo do que a sua linha do olhar, em um campo em que o topo da tela está em seu campo de visão, assim você fica com os olhos um pouco mais voltados para baixo.

Pisque com mais frequência

Quando estamos diante de telas ou atividades que necessitam do olhar fixo, piscamos menos do que o necessário, o que prejudica a lubrificação da córnea.

Beba bastante líquido

Assim como os lábios e a pele se desidratam quando ficamos sem beber água, o mesmo acontece com os olhos.

Umidifique o ambiente

Ar seco ou com ar-condicionado prejudicam os olhos secos, aumentando a sensação de olhos irritados.

Use óculos de sol

amigas, praia, óculos de sol, sorrindo, feliz, férias, biquini

Foto Shutterstock.com

Eles protegem os olhos de irritantes como os raios UVB e ventos, que também podem irritar os olhos desprotegidos sem as lágrimas.

Evite cigarros

fumaça do tabaco pode piorar os sintomas de olhos secos, por isso o ideal é parar de fumar e, quem não fuma, deve manter distância da fumaça.

Higienize os olhos

Retirando a oleosidade da pele e resquícios da maquiagem, você evita a danificação da lágrima ou entupimento das glândulas lacrimais.

Saiba mais:

Estrabismo: tudo o que você precisa saber

Água de coco: é mais do que um sinônimo de verão!

Descubra 5 alimentos que são bons para a saúde da visão

Complementação com ômega-3

Esse ácido graxo ajuda na composição da camada mais oleosa da lágrima, importante para evitar que ela evapore facilmente.

 

Texto Jussara Tech | Consultoria Renato Silva, oftalmologista