Conheça os benefícios do mamão e dos carotenoides para a saúde

Avalie

Alimentos alaranjados, como o mamão, são ricos em alfa e betacaroteno. “Esses carotenoides têm ação antioxidante, fortalecem o sistema imunológico, são excelentes para o bom funcionamento dos pulmões e do sistema respiratório em geral, ajudando na prevenção de gripes e resfriados”, afirma a médica ortomolecular e nutróloga Tamara Mazaracki. O betacaroteno é transformado em vitamina A sempre que o organismo necessita desse nutriente, essencial para aumentar a imunidade, melhorar a elasticidade da pele, dar brilho aos cabelos, proteger a saúde dos olhos e promover o desenvolvimento saudável dos bebês durante a gestação. O alfacaroteno exerce praticamente as mesmas funções benéficas do betacaroteno, com a diferença de que sua ação é menos potencializada.

mamao-beneficios-carotenoides

FOTO: iStock.com/Getty Images

Papaína para a digestão

Graças ao betacaroteno, e também à papaína, o mamão regulariza o funcionamento do intestino (sendo recomendado para quem sofre de prisão de ventre), acelera a cicatrização de ferimentos e acaba com azia e má digestão. “O mamão contém papaína, enzima que facilita a digestão. Ingerido em jejum, é eficaz contra o diabetes. Também ajuda a tratar doenças respiratórias, calos, feridas, prisão de ventre, problemas digestivos, anemia, verminoses e até verruga”, lista a nutricionista Daniela Jobst.No Brasil são consumidos, basicamente, dois tipos de mamão, ambos muito benéficos à saúde. Veja as diferenças:

Papaia: menor e mais doce, tem maior concentração de vitamina C, menos fibras e mais calorias.

Formosa: maior e mais aguado, concentra menos calorias e ótima quantidade de fibras que melhoram o funcionamento intestinal.

Sem riscos

Muitas pessoas têm o hábito de riscar a casca do mamão com a ponta de uma faca para acelerar o amadurecimento da fruta. No entanto, juntamente com o leite (látex) que escorre, há também perda de nutrientes importantes.

 

Texto: Redação Alto Astral

Consultoria: Tamara Mazaracki, médica ortomolecular e nutróloga; Daniela Jobst, nutricionista.

 

LEIA TAMBÉM: