Pintar o cabelo na gravidez: saiba o que pode ou não fazer nesse período

Tire todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Pintar o cabelo na gravidez
Por Adriele Silva - 06/09/2019

Foto: Shutterstock

Além dos cuidados diários com a própria saúde e a do bebê, as mulheres grávidas precisam lidar com várias dúvidas relacionadas a estética na gestação. Pintar o cabelo na gravidez, alisar as madeixas e fazer depilação são os questionamentos mais comuns das futuras mamães. Pensando nisso, conversamos com o ginecologista e obstetra Renato de Oliveira, que falou o que pode ou não fazer nesse período. Confira!

1. Pintar o cabelo na gravidez

Pintar o cabelo na gravidez

Foto: Shutterstock

Se você descobriu que está esperando um bebê, o ideal é deixar as tinturas capilares de lado. Como o couro cabeludo possui muitos poros, os produtos químicos entram no organismo e vão parar na corrente sanguínea da mamãe.

2.  Radiofrequência

Mulher fazendo radiofrequência; Pintar o cabelo na gravidez

Foto: Shutterstock

Apesar de deixar a pele mais firme por causa da produção de colágeno, esse processo aumenta a pressão das grávidas e contribui para o surgimento de dores.

3. Depilação 

Mulher se depilando com cera; Pintar o cabelo na gravidez

Foto: Shutterstock

Se for com lâmina ou cera morna, o processo é liberado para as grávidas. A depilação a laser, entretanto, deve ser evitada durante os nove meses de gestação.

4. Alisar o cabelo

Fazer progressiva no cabelo; Pintar o cabelo na gravidez

Foto: Shutterstock

Nem pense em fazer progressiva durante a gravidez. Todos os tratamentos à base de formol, amônia, ureia, e chumbo estão descartados nesse período. Por isso, o ideal é que as gravidinhas apostem nas hidratações para cuidar das madeixas.

5. Drenagem linfática manual

Drenagem manual;

Foto: Shutterstock

Toda grávida sabe que as dores frequentes nas pernas são resultado da retenção de líquidos, né? Por isso, a recomendação dos médicos é apostar na drenagem linfática manual, que facilita a circulação e a expulsão de substâncias que prejudicam o funcionamento do organismo. É importante lembrar que a drenagem da barriga e os cremes com nicotilato de metila e/ou cafeína devem ser evitados durante a gestação.

6. Maquiagem definitiva

Maquiagem definitiva;

Foto: Shutterstock

Os pigmentos que são introduzidos na pele durante esse processo podem causar reações alérgicas ou anafiláticas. Como se não bastasse tudo isso, a maquiagem definitiva causa muito estresse e aumenta as chances do parto ser prematuro.

7. Manicure e Pedicure

Mulher fazendo as unhas;

Foto: Shutterstock

Apesar de ser permitido durante a gravidez, é muito importante escolher profissionais que utilizem materiais descartáveis ou esterilizados, já que as contaminações dos equipamentos podem causar infecções por vírus, fungos ou bactérias.

 

Agora que você já sabe que não pode pintar o cabelo na gravidez, compartilhe as informações para suas amigas grávidas!

 

LEIA TAMBÉM: