4 cuidados para ter com os cachorros no inverno

A estação mais fria do ano já está dando as caras e pede cuidados especiais com os cachorros. De sono à comida, veja dicas para cuidar bem dele no inverno

No frio, pets podem dormir mais
No frio, pets podem dormir mais - Shutterstock

por Thaís Lopes Aidar
Publicado em 02/06/2022 às 15:00
Atualizado às 15:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A chegada de junho mostra que estamos a poucas semanas do início do inverno, também conhecido como a época mais fria do ano. E mesmo que os dias ainda sejam de outono, o frio parece ter chegado para ficar, mostrando como serão as temperaturas da próxima estação.

Dessa forma, assim como nós, humanos, adotamos medidas para se aquecer nos dias gelados, como reforçar os cobertores e tirar os casacos do armário, os animais também precisam de mais proteção durante esse período, sobretudo para evitar doenças típicas do inverno. 

“As pessoas acreditam que só os pelos dos cães são o suficiente para os manter aquecidos, mas isso não é verdade. As baixas temperaturas afetam os pets e podem causar uma série de problemas, principalmente em cachorros com pelagem curta”, explica o adestrador e comportamentalista animal Leandro Mendes. 

Os cuidados essenciais no inverno:

Pensando nisso, o adestrador reuniu os 4 cuidados mais importantes da época de frio para manter os cãezinhos aquecidos e protegidos. Confira a seguir: 

1 — Que tal caçar?

Calma, não estamos falando de mandar o cachorro para a floresta, viu? A caça durante a alimentação é uma estratégia para forçar o pet a se movimentar mais e, consequentemente, se aquecer.

Para isso, a dica é colocar a ração em garrafas pets (sem tampa, lacre, rótulo ou qualquer outra parte perigosa) para o próprio animal tirar de lá e comer. 

2 — As famosas roupinhas

A pergunta que não quer calar: os pets precisam de roupinha nos dias frios? A resposta é sim, principalmente para os cães de pelagem curta. Porém, caso ele não curta o look e se mostre incomodado ou tente rasgar o pano, o ideal é não insistir e encontrar um lugar quentinho e aconchegante, sem vento nem chuva, onde ele possa se manter aquecido mesmo sem a roupa.

3 — Casinhas, caminhas e cobertas

As casas específicas para animais são ótimas opções para abrigá-los do frio. Entretanto, nem todos gostam muito da ideia, né? Se o seu cãozinho costuma rasgar ou destruir bercinhos e cobertas, o ideal é forrar o chão da casa do pet com tatame, EVA ou papelão, materiais que agem como isolante térmico.

Outros pontos de atenção são sobre o tamanho da casinha, que deve ser compatível com o dele, e a posição dela: sempre voltada para a parede!

4 — Quanto mais frio, mais sono!

Os dias mais gelados não trarão apenas frio para os bichinhos, mas também muito sono — muito mesmo! Então, se durante as baixas temperaturas você notar que o pet está dormindo mais do que o habitual, saiba que é normal e não interrompa o sono dele.

Já muitas alterações comportamentais podem ser sinal de que algo não vai bem e é hora de procurar o veterinário, ok?! 

Fonte: Leandro Mendes, adestrador e especialista em comportamento animal.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.