Peixe: alimento é fonte de saúde e afasta os problemas cardiovasculares

A carne do peixe é rica em nutrientes e vai além de oferecer sabor às refeições. É uma opção saudável que faz muito bem a todo o organismo!

Assado, grelhado e ensopado… Seja da forma que preferir, o importante é incluir a carne de peixe na alimentação. “O ideal é consumir peixes duas ou três vezes por semana. Para melhor aproveitar os nutrientes é importante preparar o peixe em baixa temperatura e evitar cozinhar demais”, afirma a nutróloga Tamara Mazaracki. A fritura é o menos indicado, pois faz com que a carne perca seus nutrientes, justamente por causa da alta temperatura; além de ser menos saudável, por oferecer alto índice de gordura. Confira as vantagens de optar pela carne magra e adicione já o peixe em suas refeições. Variações de pratos e benefícios à saúde não faltam!

peixe-consumo-alimento-beneficios

FOTO: iStock.com/Getty Images

Fonte de saúde

Os peixes são riquíssimos em ômega 3, um tipo de gordura poli-insaturada que, apesar de soar nociva à saúde, age exatamente ao contrário. A substância beneficia o coração, bem como todo o sistema circulatório, agindo sobre as gorduras que tendem a se depositar dentro das artérias, liberando o fluxo de sangue. Conhecido também como ácido graxo, ainda tem ação anti-inflamatória, além de melhorar a função cerebral e muscular. Os peixes de água fria, conhecidos como peixes gordos, são as principais fontes de ômega 3. Os que mais se destacam são sardinha, salmão, atum e truta. Minerais, proteínas e vitaminas também são abundantes nos pescados. A vitamina B12, por exemplo, auxilia na produção de hemoglobina e na manutenção da bainha de mielina, um composto que recobre os nervos para a síntese de DNA, fundamental para a fase de crescimento das crianças. “O consumo de peixes é essencial em todas as fases, porém, na infância, na menopausa e na terceira idade, os benefícios são extremamente bem-vindos”, destaca a médica ortomolecular Suzete Motta.

Águas brasileiras

Apesar do Brasil ter uma grande parte do seu território banhado pelo Oceano Atlântico, o consumo de peixes de água salgada pela população brasileira ainda deixa a desejar. “Provavelmente, pela extensão do país, os peixes chegam com um preço bastante alterado nos locais mais afastados, o que dificulta o consumo”, opina Suzete. Por outro lado, o país também possui diversos rios disponibilizando peixes de água doce. Ou seja, não há desculpas!

Mão na massa

Além de muita atenção na hora da compra, o preparo da carne do peixe também requer alguns cuidados:

  • lave bem os utensílios antes e após o uso;
  • as mãos também devem ser bem lavadas antes e após o preparo;
  • certifique-se de retirar todas as escamas, barbatanas e miúdos, caso haja.

Benefícios do peixe

Os nutrientes fornecidos pelo consumo de peixes beneficiam a saúde de diversas formas:

  • cálcio: fortalece os ossos;
  • cobalto: auxilia a absorção de vitaminas do complexo B;
  • potássio: ajuda a controlar a pressão arterial;
  • selênio: substância com propriedades antioxidantes;
  • ferro: essencial para afastar a anemia;
  • vitamina A: protege a saúde dos olhos;
  • iodo: fundamental para o bom funcionamento da tireoide.

 

 

Texto: Redação Alto Astral

Consultoria: Suzete Motta, médica com prática ortomolecular e formação estética médica; Tamara Mazaracki, nutróloga e médica ortomolecular

 

 

LEIA TAMBÉM: