Veja quem foram os famosos que se despediram de Gugu nessa quinta (28)

A família do apresentador esteve no local a todo momento

velório do Gugu Liberat
Foto: Rafael Cusato/Ed. Globo

O velório do Gugu Liberato aconteceu nessa quinta (28) e ainda está acontecendo na Assembleia Legislativa de São Paulo. A família, diversos famosos e fãs do apresentador foram se despedir do apresentador pela última vez.

Quem esteve presente no velório do Gugu Liberato

O governador de São Paulo, João Doria, a amiga Mara Maravilha, cantora Simony e seu filho Ryan, que era o afilhado de Gugu estiveram presentes. Os apresentadores Celso Portiolli, Luiz Bacci, Ana Hickmann, Luciana Gimenez, Eliana, Sabrina Sato e Carlos Alberto de Nóbrega e o assistente de palco Liminha também se despediram.

velório do Gugu Liberato

Thiago Abravanel, Eliana e Sabrina – Foto: Reprodução/ Foto: Rafael Cusato/Ed. Globo

A família de Gugu Liberato ficou desde o começo do velório presente. O seu filho, João Augusto foram um dos homens a segurar o caixão do carro até o salão principal, a esposa do apresentador, Rose Miriam não conteve a emoção e chorou por muito momentos, enquanto a mãe, Maria do Céu chegou de cadeiras de rodas e esteve por horas sentada ao lado do filho.

velório do Gugu Liberato

Simony e afilhado de Gugu, Rodrigo Faro e Tom Cavalcante – Foto: Rafael Cusato/Ed. Globo

Também esteve presente no velório do Gugu Liberato: Luciano Camargo, Marcos Mion, Silvia Abravanel, Helen Ganzarolli, Rodrigo Faro, Tom Cavalcante, Otávio Mesquita e Tiago Abravanel.

velório do Gugu Liberato

Viúva de Gugu, Rose Miriam, Marcelo Cavalcante e Silvia Abravanel

A causa da morte de Gugu Liberato

Segundo o médico, a situação com que se deparou ao chegar em Orlando, nos Estados Unidos, era pior do que ele pensava. Durante entrevista ao Fofocalizando, afirmou que a personalidade conhecida por todo o território nacional, chegou com vida ao hospital. “Fui com esperança de poder transportá-lo e tratá-lo no Brasil, já tinha uma equipe pronta aqui, mas a situação que encontrei era mais grave. O que se colocou é que ele tinha morte encefálica pelos critérios americanos e brasileiros”, explicou.

Lepski também afirmou Gugu pode ter batido a cabeça em dois momentos diferentes. “O que sei, pelo relato de pessoas que viram a casa, é que tinham marcas de traumatismo craniano, cabelo e sangue, em uma pilastra que estava embaixo (do lugar em que ele caiu).

O médico também concedeu uma entrevista ao Fantástico e revelou que a situação foi bastante incomum.  “Numa altura de 3 metros e meio, 4 metros caindo em pé, um adulto, a gente espera uma fratura de calcanhar, eventualmente uma fratura de bacias. Então para ter acontecido o que aconteceu, na gravidade que aconteceu, eu acho que ele deve ter desfalecido num dos momentos iniciais da queda, possivelmente bateu a cabeça contra o teto e aí desfaleceu”, disse.