De onde vem a expressão “Até tu, Bruto, meu filho?”?

Na Roma Antiga, Júlio César era um dos guerreiros mais sagazes e valentes. Contudo, não percebeu a traição de seu filho adotivo Marco Júnio Bruto.

morte Júlio César Senadores e Bruto
(FOTO: Wikimedia Commons/Vincenzo Camuccini)

Na Roma Antiga, Júlio César foi um dos guerreiros mais valentes de que se tem notícia. Impunha  respeito por suas glórias e também pelo medo, já que perseguia seus inimigos até o fim do mundo: ia buscá-los onde quer que se escondessem. No entanto, foi traído por seu filho Marco Júnio Bruto.

 

morte Júlio César Senadores e Bruto

Pintura que retrata o assassinato de Júlio César, cometido por senadores e seu filho Marco Júnio Bruto (FOTO: Wikimedia Commons/Vincenzo Camuccini)

Júlio César conquistou o poder na Roma Antiga e se envaideceu, ganhando ainda mais rivais. Estava preparado para enfrentar tudo e todos, mas não enxergou o segredo do próprio filho adotivo.

Marco Júnio Bruto foi um dos líderes da conspiração de senadores que resultou na morte do imperador, que foi apunhalado. O episódio se tornou símbolo de traição e inveja, e a última frase de César foi  imortalizada, em uma peça de Shakespeare – intitulada Júlio César –, como ícone da decepção: “Até tu, Bruto, meu filho?”.

 

LEIA TAMBÉM

 

Texto: Redação Edição: Érica Aguiar