Dívidas: dicas simples para resolver esse problema

Ficar atolada em dívidas é um problema que, se não for tratado e resolvido, pode virar uma bola de neve. Confira dicas para resolver esse problema já

FOTO: Shutterstock Images

Não há mulher que resista a uma vitrine, nem que seja só para dar uma olhadinha nas novas coleções. E, nessas horas, é difícil segurar a vontade de entrar lá e comprar tudo o que vê pela frente. O resultado: dívidas! Quer saber como se livrar delas? Dê uma olhada nas nossas dicas!

FOTO: Shutterstock Images

FOTO: Shutterstock Images

Planilhas

Parece clichê, mas realmente as planilhas são a chave para o controle do orçamento, já que servem para organizar todos os gastos, tanto fixos quanto variáveis. Ao colocarmos tudo em uma planilha, passamos a ter uma visão panorâmica das depesas. Isso nos ajuda a encontrar o que deve ser cortado ou diminuído.

Negociações

Se as dívidas são muitas, faça um levantamento do total, também no papel, colocando o valor das taxas de juros e os vencimentos. Algumas dívidas podem ser ‘trocadas’ por outras com taxas menores, diminuindo a pressão financeira. Por exemplo, pode-se tomar um crédito consignado (juros mais baixos) para pagar um buraco no cartão de crédito ou cheque especial (que tem juros mais altos).

 Separe

Separar a quantia de dinheiro certa para cada despesa facilita o controle do orçamento. No caso de valores variáveis, como supermercado estime um valor baseado nos gastos dos meses anteriores, se possível com uma margem de erro pra mais. Afinal, se sobrar, melhor!

Não pense em investir

Primeiro livre-se integralmente das dívidas e só depois pense em investir. Não faz absolutamente nenhum sentido investir para ganhar 0,5% ao mês numa poupança enquanto se tem dívidas que pagam 10% de juros mensais, certo?

SAIBA MAIS
Está sem emprego? Saiba como fugir das dívidas!
5 hábitos de quem tem dívidas
12 opções de aplicativos de finanças para sair do vermelho