Dispositivo intrauterino: tire suas dúvidas sobre o DIU

O dispositivo intrauterino é uma das formas mais eficientes para evitar uma gravidez, mesmo assim, poucas mulheres conhecem. Descubra mais sobre o DIU

Na imagem, a mulher segura o dispositivo intrauterino na mão.
Por Camila Ramos - 10/09/2018

Foto: Reprodução/Shutterstock Images

Um estudo americano da Universidade de Washington, EUA, sugere que o dispositivo intrauterino – o DIU – é mais eficaz que a pílula anticoncepcional, isso porque muitas mulheres esquecem de tomar o comprimido ou não seguem as orientações de uso.

Assim, os efeitos diminuem e o consumo desregrado pode causar uma gravidez indesejada. Mas o DIU tem longa duração (cerca de 5 a 10 anos), e como fica dentro do útero o tempo todo, as chances de erro são mínimas. Mesmo assim, poucas mulheres sabem sobre o dispositivo.

O que é o dispositivo intrauterino (DIU)?

É um dispositivo de plástico (hormonal) ou de cobre que é colocado dentro do útero. Ele evita a fecundação e que o óvulo se instale no útero. Vale lembrar que não protege contra DST, só a gravidez! Qualquer mulher pode utilizar o DIU. Porém, alguns médicos não o indicam para quem nunca teve filhos, pois pode dificultar a colocação do dispositivo e aumentar o risco de expulsão.

Dispositivo intrauterino

Foto: Reprodução/GettyImages

Ele atrapalha na hora do sexo?

O DIU não atrapalha a relação em nenhum grau, ou, pelo menos, não deveria. O produto fica na parte interna do útero, onde o pênis não alcança. A única coisa que pode incomodar é o fio do dispositivo que fica para fora do órgão e, se o corte da haste for mal feito, ela pode acabar cutucando o pênis – mas não o machuca. Assim, existem duas alternativas: conversar com o ginecologista para cortar reto ou deixar o fio mais comprido.

DIU e sexualidade

Ao contrário da pílula, nenhum dos dois tipos do método (hormonal ou de cobre) irá interferir na sua libido, pelo contrário, ela poderá ficar melhor, já que o medo de engravidar diminui. Além disso, diferentes posições ou a intensidade da relação não irá mover o contraceptivo e tirá-lo do lugar.

dispositivo intrauterino

Foto: Reprodução/GettyImages

É importante lembrar que, nos primeiros meses de adaptação, é indispensável o uso da camisinha, isso porque o DIU pode provocar cólicas que o tiram do lugar ou a expulsão do produto. No entanto, são raros os casos. Além disso, mesmo com o contraceptivo, é preciso usar o preservativo, uma vez que o DIU não protege contra doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Saiba mais sobre o dispositivo intrauterino e confira os pontos positivos e negativos dele:

Texto: Camila Ramos

LEIA TAMBÉM: