Saiba quais são os melhores grãos e cereais para cada refeição

Cada momento do dia pede por grãos e complementos específicos para uma alimentação balanceada

cereal na dieta
Foto: Shutterstock

Você sabia que adicionar diferentes tipos de cereal na dieta do dia a dia pode trazer diversos benefícios à saúde? Muito além da aveia, existem outras espécies que ajudam a emagrecer, reduzir o colesterol e fazem o intestino funcionar corretamente.

Os grãos integrais são excelentes fontes de fibras, nutrientes, sais minerais, como zinco, ferro e fósforo, vitaminas e energia. Todas as suas camadas são utilizadas na fabricação de alimentos, assim como aplicações em receitas que vão do doce ao salgado.

Alguns dos principais exemplos são: granola, grão-de-bico, linhaça, gergelim, milho, centeio, cevada, etc. E, embora tamanha variedade, são muitas as pessoas que não tem o hábito de adicioná-los ao cardápio. Mas, em prol da saúde e bem-estar de curto a longo prazo, é importante repensar as suas refeições.

Conheça as melhores combinações para cereal na dieta

Café da manhã

Como você terá um dia inteiro pela frente, nada melhor do que garantir uma boa dose de energia para o seu organismo acrescentando um cereal na dieta logo cedo. Para isso, a nutricionista Patrícia Tomita Fan indica o consumo de granola ou muesli nos primeiros momentos da manhã. “Ambos são ricos em carboidratos, nossa fonte primária de energia. A diferença é que a granola passa por um processo de caramelização dos grãos, enquanto o muesli não”, explica a profissional.

Para não extrapolar no consumo de calorias, evite produtos que possuem açúcar na sua composição, inclusive mascavo ou orgânico. Outra dica é moderar na quantidade dos cereais, restringindo a porção a 2 colheres (sopa), acompanhado de frutas, leite desnatado ou iogurte light.

Lanche da manhã

Como ainda faltam algumas horas para o almoço, um lanchinho é capaz de manter a fome controlada. Nesse caso, opte pela linhaça que é rica em fibras e turbinada de nutrientes. A semente pode ser consumida como ingrediente de shakes ou com salada de frutas, mas lembre-se de triturá-la antes do consumo.

Almoço

Leguminosas como lentilha, feijão e grão-de-bico são ideais para esse momento do dia por serem fontes de proteínas, que demoram para serem digerida pelo organismo, mantendo as taxas de glicose do sangue controladas e espantando a fome para bem longe.

“O grão-de-bico pode ser consumido na forma de salada, com peixe ou como ingrediente de sopas”, sugere a nutricionista Vanessa Oliveira. Para quem é fã de farinhas, Patrícia recomenda o uso do farelo de soja na farofa, no caldo do feijão ou em cremes. “Ele também pode ser salpicado em assados, no lugar dos queijos”, complementa.

Lanche da tarde

O final da tarde vem chegando juntamente com aquele desejo incontrolável de comer um docinho. Nesse momento, invista em cereais light de flocos de milho, que conseguem enganar a vontade de consumir açúcar. Para quem prefere opções salgadas, Patrícia sugere sementes de girassol e de abóbora. “São boas opções de petisco, mas prefira as versões sem sal e frescas”, orienta.

Jantar

Que tal turbinar a perda de peso com um delicioso shake natural? Vanessa ensina uma receita poderosa feita com cereais. Para isso, misture:

  • 100g de aveia
  • 60g de fibra de trigo
  • 60g de gérmen de trigo
  • 40g de levedura de cerveja
  • 80g de linhaça
  • 20g de farinha de maracujá
  • 100g de leite de soja em pó ou farinha de soja
  • 20g de gergelim.

No liquidificador, bata 2 colheres (sopa) cheias da mistura com 1 copo (200ml) de leite desnatado, ou leite de soja, 1 fruta (banana, maçã ou 1 fatia de mamão) e 8 gotas de adoçante à base de estévia.

Ceia

A refeição é um pequeno lanche antes do adormecer, portanto, não é necessário consumir grandes quantidades de comida nessa hora. “A aveia, preparada como parte de um mingau, é uma boa dica. Você pode adicionar, ainda, uma porção de fruta”, sugere Patrícia.

Leia também: