Retinol: conheça o ativo mais usado contra o envelhecimento

Especialista em estética aponta que estudos recentes comprovaram a sua eficácia nesse combate

O retinol age nas rugas e flacidez!
O retinol age nas rugas e flacidez! - Shutterstock

por Thaís Lopes Aidar
Publicado em 06/06/2021 às 21:30
Atualizado às 21:30

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Provavelmente as mais antenadas em skincare já ouviram falar sobre o retinol. Ele vem ganhando cada vez mais força no mercado devido à sua função: combater sinais de envelhecimento, promover a renovação celular e suavizar a aparência da pele. 

Para entender melhor sobre os benefícios dessa ativo e seu modo se uso, confira a entrevista com Ana Cecilia Corcini, médica especialista em estética da Clínica Leger!

AA: O que é o retinol?

Ana: O Retinol é um ativo derivado da vitamina A e está presente em alguns alimentos como gema de ovo e óleos de peixe. É indicado há muitos anos na área da estética médica para o rejuvenescimento da pele, tendo sua eficácia comprovada em diversos trabalhos científicos.

AA: Quais são os seus benefícios?

Ana: Seu principal benefício está associado ao estímulo da produção de colágeno e elastina, que são proteínas responsáveis pela resistência e elasticidade da pele, e ainda  do ácido hialurônico, fundamental para uma boa hidratação.

AA: Quem pode usá-lo?

Ana: É indicado para os pacientes que apresentam flacidez cutânea e sinais de envelhecimento, como no caso das rugas e da desidratação tecidual, devido ao seu poder de estimular a renovação celular, mas sempre com prescrição médica. 

AA: Qual o modo de uso?

Ana: A principal recomendação é seguir as orientações de um médico especialista, pois só ele poderá indicar a melhor maneira de uso, que dependerá do tipo e da necessidade de casa pele, dado que o Retinol pode ocasionar sensibilidade e irritação na pele. Mas, falando em cuidados gerais, a aplicação do produto precisa ser feita à noite por ele ser fotossensibilizante (não deve ser exposto aos raios solares). No dia seguinte, a pele deve ser bem higienizada e protegida com filtro solar que tenha, no mínimo, FPS 30.

AA: Existem efeitos colaterais? 

Ana: Falando em reações, o Retinol pode causar desidratação e ressecamento na pele, por isso é interessante recorrer a fórmulas que contenham ingredientes hidratantes. Uma opção é usar o retinol combinado ao ácido hialurônico, por exemplo. Além disso, é importante nunca exceder a quantidade recomendada, pois poderá causar irritação.  

Embora você já saiba sobre como esse ativo funciona e quais são suas principais funções, é fundamental consultar um profissional, assim como em qualquer tratamento, para saber quem está ou não apto ao seu uso. Apenas ele poderá avaliar o caso e orientar sobre os cuidados corretos. 

Fonte: Ana Cecilia Corcini, médica especialista em estética da Clínica Leger.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.