5 amuletos orientais para atrair sorte e dinheiro

Saiba quais amuletos orientais têm força para atrair energias positivas, trazer proteção, sorte, dinheiro e ainda espantar vibrações negativas

mulher sorrindo, fazendo figuinha com os dedos. Fundo repleto de amuletos orientais
Fotos: iStock.com/Getty Images/Shutterstock Montagem: Roberta Lourenço

Alguns talismãs orientais têm sua força reconhecida há milênios em várias culturas, sobretudo no Brasil. Esses objetos (também conhecidos como Omamori) são capazes de espantar más vibrações e atrair proteção e sorte para diversos setores de sua vida. Eles foram trazidos ao país pelos povos orientais e seus descendentes. Por aqui, muitos brasileiros já reconhecem a força desses talismãs. Conheça alguns e aposte neles!

Imagem de Buda

Foto: Shutterstock

BUDA

Ilumina as ideias e ajuda a ter prosperidade financeira. Coloque uma imagem de Buda de costas para a porta de entrada de sua casa, com algumas moedas ao redor. Quando conseguir se livrar das dívidas, desvire a imagem.

 

Kaeru, amuleto oriental para atrair dinheiro

Foto: iStock.com/Getty Images

KAERU

Também chamado de sapinho da felicidade, significa “voltar” em japonês. Para que seu dinheiro prospere, carregue esse talismã na sua bolsa ou carteira, pelo tempo que quiser.

 

Moedas da sorte

Foto: Shutterstock

MOEDA DA SORTE

Peça a uma pessoa querida que lhe dê uma moeda oriental. Use-a como pingente ou dentro de um saquinho de pano costurado por você. Carregue o talismã com você pelo tempo que quiser.

 

Omaneki-neko ou gatinho da fortuna, amuleto japones para atrair felicidade

Foto: iStock.com/getty Images

OMANEKI-NEKO ou GATINHO DA FORTUNA

Atrai riqueza, sorte e amizades. Também conhecido como gatinho da fortuna, mantenha esse talismã em sua casa ou trabalho.

 

Sino da felicidade

Foto: iStock.com/Getty Images

SINO DA FELICIDADE

Traz harmonia e paz. Pendure-o em algum lugar de destaque da casa e, próximo ao local, faça um altar com uma imagem de Fudo-miyô (uma espécie de deus para os japoneses), um incenso e dois potinhos com arroz cru, que deve ser trocado semanalmente.

Observação: todos esses objetos podem ser encontrados em lojas de produtos orientais

LEIA MAIS:

Texto: Marcos Cardinalli/Colaborador
Edição: Juliana H Penteado
Designer: Alexandre Sueishi e Roberta Lourenço