Entrevista com Thaíssa Carvalho

Avalie

Entrevista com Thaíssa Carvalho 

O que gosta de fazer na hora do lazer?  “Gosto de estar com os meus amigos e família. Vou onde eles estão. Ultimamente, não ando muito para badalações, prefiro programas mais calmos, como cinema, barzinho, jantar entre amigos, para colocar o papo em dia.”

E os cuidados com a pele? “Limpeza de pele uma vez por mês e protetor solar. Retiro bem a maquiagem com produtos adequados.”

Faz exercícios físicos com freqüência? Quais? “Ultimamente, ando faltando muito, mas retornarei a minha rotina de ir pelo menos três vezes por semana para fazer musculação e spinning.”

Tem alguma dica de livro?  “Agora estou lendo o livro da Thelma Guedes, O Outro Escritor e alguns contos mais. Muito bom!”

 O que não pode faltar dentro da sua bolsa? “Carteira, celular e chaves.”

Que perfume costuma usar? “Não gosto de perfumes doces. Prefiro os amadeirados e cítricos. No momento estou usando o Armani Code feminino.”

Qual sua comida predileta? “Hum, difícil hein. Sou boa de garfo. Gosto das comidas mais simples, com um bom temperinho caseiro.”

Qual é seu sonho de consumo?  “Uma casa bacana. Não priorizo uma vida de luxo, apenas confortável, estável.”

Você tem algum hobby?  “Hum, acho que não … (risos). Posso considerar navegar na internet um hobby? Fico horas pesquisando, lendo, pode ser né?!”

             Thaíssa Carvalho abre o jogo sobre…

Alimentação

 “Minha alimentação é na base da compensação. Não faço dietas nem excluo alimentos. Procuro manter uma rotina saudável, almoçando e jantando direitinho durante a semana para que, no fim de semana, eu possa sair com meus amigos e comer sem culpa. Aprendi, com a nutrição, que um corpo saudável é resultado daquilo que você faz na maior parte do seu tempo, na sua rotina, mesmo. Se abuso em uma refeição, compenso na outra. Tem dado certo.”

Cabelos

“É a parte do meu corpo que eu cuido mais. Depois que descobri os benefícios de manter os cabelos bem cortados, minha vida mudou. Ficava com pontas duplas e secas para manter o comprimento. Resultado: um cabelo sem vida. Aparo sempre as pontas a cada dois meses no máximo. Faço hidratação em casa uma vez por semana, já que uso muitos produtos no trabalho, como spray fixador. Uso protetor solar quando me exponho ao sol e faço hidratação no salão com reposição de queratina.”

Namoro

 “Namoro, há pouco tempo — um mês — mas o conheço há alguns anos. Ele não é do meio. Aliás, até prefiro assim, pois há menos exposição. Ele é super maduro, encara numa boa e me dá força. Foi um dos motivos pelo qual me envolvi. Aceitar meu trabalho é fundamental.”

Entrevista: Eliane Chimenti/Colaboradora
Foto: Renato Rocha Miranda/Divulgação TV Globo

Mais lidas