Extra on-line: mais do papo com Antonio Fagundes

Avalie

Extra on-line: mais do papo com Antonio Fagundes 

Na edição 148 da Guia da Tevê você confere um bate-papo com Antonio Fagundes, protagonista da novela Tempos Modernos. Aqui no portal, trazemos um conteúdo exclusivo da conversa com o ator!

GTV – Você espera algum presente especial para 2010?

Fagundes – “Acho que já vou ter muitos presentes em 2010. Estreamos a novela dia 11 e já no dia 13 estreei no Rio a minha peça Restos, que eu fiz em São Paulo. Agora, aproveitando que vou estar no Rio, trouxe para cá o espetáculo. Depois, no começo do segundo semestre, vou fazer um filme com o Daniel Filho, o Roque Santeiro (vou fazer o Sinhozinho Malta). E, no fim do ano, vou começar os trabalhos na novela do Gilberto Braga. Já ganhei muitos presentes antecipados para 2010.”

GTV – Alguns atores dizem que o texto de Tempos Modernos se parece mais com uma peça de teatro do que com um folhetim de tevê. Você concorda?

Fagundes – O autor de tevê também pegou o teatro. O texto de teatro, assim como o de cinema e o de televisão, não foi escrito para ser lido, mas para ser feito. Você pode pegar um Shakespeare, por exemplo. Ele escrevia para as pessoas fazerem. Jamais pensou em publicar aquilo. A primeira obra completa dele foi publicada sete anos depois que ele morreu. O texto do Bosco é assim. Você lê e já tem que imaginar ele feito.

Entrevista: Cristiane Goto

Mais lidas