Entrevista com Marjorie Estiano

Avalie

Marjorie Estiano já tem em seu currículo tantas novelas e personagens importantes que já pode ser vista como uma veterana da tevê. Pouco tempo depois de viver Manuela, em “A Vida da Gente”, a atriz encara mais um desafio: na nova novela das seis da Rede Globo, “Lado a Lado”, Marjorie é Laura Assunção, jovem forte, decidida e à frente de seu tempo, que não concorda com muitas regras impostas às mulheres em 1900, e vai estar sempre batendo de frente com sua mãe, Constância Assunção, vivida por Patrícia Pillar.

Marjorie conversou com a Guia Astral sobre a nova novela, sua carreira, a paixão pela música, os segredos de beleza e a parceria com Camila Pitanga. Confira!

 

marjorie-estiano-entrevista

Foto: Ricardo Leal/ Colaborador

 

Guia Astral: Como é a nova personagem?

Marjorie Estiano: “Acho que ela é muito atual. A inspiração está no presente. Me considero uma Laura. Hoje em dia uma mulher de atitude e opinião tem espaço muito em função de mulheres como ela, que abriram este espaço. Se hoje isso é tão natural para a gente, foi em função dessas mulheres.”

 

Guia Astral: Ela chega a ser agressiva?

Marjorie: “Ela é agressiva, mas é muito inteligente emocionalmente, ou seja, ela tem habilidade em lidar com isso. Ela não dá murro em ponta de faca. Contorna as situações de maneira a conseguir o que quer.”

 

Guia Astral: Como você estudou esse período da história?

Marjorie: “Li livros, vi filmes, pinturas. Cada um tem uma pesquisa muito particular. Eu me cerco de todos esses elementos, junto com o texto e o exercício de se atuar.”

 

Guia Astral: Como está sendo a dobradinha com a Camila Pitanga?

Marjorie: “Ela é um doce de pessoa, amei. A Camila é uma fada, tem aquela mentalidade de que tudo tem que estar bom para fluir bem. Ela se preocupa com o conjunto. Tem muito ator que acaba ficando egocentrado, a Camila é absolutamente parceira.”

 

Guia Astral: Você está perto de completar dez anos de carreira. Guarda memórias do seu início de carreira? Como você se via?

Marjorie: “Estava até pensando nisso. Ano que vem completo 10 anos de carreira. Passa muito rápido. A trajetória que eu tive, os personagens que me couberam.  Foi uma sorte muito grande eu poder desenvolver esses conflitos tão interessantes. Me fizeram amadurecer muito em todos os sentidos: pessoal e profissional. Sempre exigiram muito de mim e isso me obrigou a amadurecer para acompanhar esse ritmo.”

 

Guia Astral: Você se lembra do que pensava naquela época em termos de perspectiva de carreira?

Marjorie: “Eu não fazia planos a tão longo prazo. Eu pretendia realizar o que estava acontecendo naquele momento daquela maneira. Não tinha metas, nem tantos planos neste sentido.”

 

Guia Astral: Você continua sempre muito bonita. Como mantém a sua beleza?

Marjorie: “Não sou xiitaem nada. Mas, eu busco controlar a alimentação, equilibrar. Sempre fui muito desregrada com relação à alimentação. E a partir do momento que passei a prestar mais atenção nisso, vi que precisava me cuidar. É uma descoberta que já tem uns cinco ou seis anos. Em função do ritmo de trabalho, do stress, eu ficava muito doente. E foi através da alimentação que eu fui me reestruturando, me restabelecendo. Quando eu vi que era só comer bem para ser saudável passei a ter isso como meta.”

 

Guias Atral: Mas, você faz ginástica?

Marjorie: “O meu metabolismo é muito acelerado. No quesito engordar ou emagrecer, eu tenho muito mais dificuldade de ganhar peso do que de perder. Existe um trabalho aeróbico. Eu procuro fazer exercícios no mínimo três vezes por semana, para me manter ágil e tonificada, digamos assim.”

 

Guia Astral: E que cuidados você tem com os cabelos?

Marjorie: “Meu cabelo sofreu um pouco porque estava preto e eu descolori. E os fios acabam sofrendo com isso. Então, estou usando mais produtos para hidratação, para restabelecer a estrutura do fio.”

 

Guia Astral: Com tanto trabalho, como fica a carreira musical?

Marjorie: “Estou terminando a seleção do repertório do próximo disco. Acho que em um mês entro em estúdio e a ideia é lançar o álbum em março.”

 

Entrevista: Ana Rodrigues

Texto: Soraia Alves

Mais lidas