Entrevista com Humberto Carrão

Avalie

Entrevista com Humberto Carrão  

  

O gato de “Ti-ti-ti” fala dos desafios para dar vida ao personagem “Luti”, na telinha

 

Guia da Tevê: Você chegou a ver alguns trechos da primeira versão da novela? Procurou seguir essa linha de interpretação da primeira versão?

Humberto: Não vi. Como sabia que era um material de primeira, sensacional, procurei não ver pra não correr o risco de querer imitar.
 
 

Guia da Tevê: Qual foi o maior desafio para dar vida ao “Luis Otávio”?

Humberto: A composição da situação dele com o pai. É muito amor, mas ele tem que controlar o pai que vive tendo ideias e não quer saber de trabalhar.
 
 

Guia da Tevê: Como foi sair de “Malhação”, uma novela voltada para o público teen, e entrar numa novela das 19 horas? Você sentiu o peso da responsabilidade por não estar sendo mais somente assistido pelo público jovem?

Humberto: Na verdade não me preocupei com a história do peso, da responsabilidade. “Malhação” não é brincadeira, se rala muito por lá. É muito trabalho, e nos prepara para outros trabalhos. Então comecei a estudar, dar o meu máximo no trabalho pra poder fazer o meu melhor.
 
 

Guia da Tevê: Quais foram seus grandes ídolos na carreira?

Humberto: Meu grande ídolo é o ator espanhol Javier Bardem.
 
 

Guia da Tevê: Além da novela, você tem outros projetos para esse ano?

Humberto: Por enquanto só novela e faculdade.

Entrevista: Márcio Mello/Colaborador
Foto: TV Globo/Alex Carvalho

Mais lidas