Deborah Secco

Avalie

Atriz fala do seu momento “corpo sarado”

 Deborah Secco

Quem vê esse mulherão hoje no horário nobre talvez nem se lembre de que o primeiro papel de destaque de Deborah Secco na TV foi a adolescente Carol, do seriado Confissões de Adolescente. E é justamente isso que é legal na carreira da loira: ela cresceu na frente do público, conquistando seu lugar. Como a própria atriz informa, “São 23 anos trabalhando”.  Deborah também fala de alimentação e do seu corpo sarado que causou furorem Insensato Coração.

 

GA: Você cresceu na televisão, como foi a sua trajetória?

DS: “Eu comecei na Globo com papéis pequenos. Até conseguir um papel maior, a minha carreira foi degrau por degrau, não teve um grande salto. São 23 anos trabalhando.”

 

GA: Com tanto assédio e fama, como você trabalha o ego?

DS: “Fico surpresa às vezes, porque não acho que sou isso tudo. Mas, acho até bom, porque me faz sempre querer melhorar. De qualquer forma, fico muito feliz em ver que tem pessoas confiam em mim, me entregam personagens difíceis de serem feitas.”

 

GA: Você participaria de um reality show, igual a personagem Nathalie, de Insensato Coração?

DS: “Jamais. Eu passei um dia no Big Brother, para nunca mais. Fiquei morrendo de saudades, vontade de voltar para casa. Senti falta de tudo, principalmente de saber o que as pessoas estavam achando de mim. Fiquei com medo de tudo o que eu falava, porque você esquece mesmo das câmeras. Se eu fiz isso em um dia, imagina ficando um tempão.”

 

GA: Nesses anos de carreira, você já teve algum momento de deslumbre?

DS: “Não, muito pelo contrário. Eu sempre quis, de alguma maneira, tentar manter a minha vida mais privada possível. Sei que é difícil, mas hoje, depois de um grande amadurecimento, aprendizado, conquistas mesmo, a partir dos próprios erros, eu consigo manter a minha vida mais reclusa.”

 

GA: O que você classifica como erros?

DS: “Não saber dizer não, não saber que os repórteres são treinados para tirar o que você não quer falar. Eu não me preparava para dizer não quando eu ia fazer uma entrevista. Não sabia dizer qual era o meu limite. Mas, com o tempo a gente vai aprendendo e hoje, eu acho que estou conseguindo isso de uma forma saudável. Digo, estou tudo bem, estou super feliz e ponto.”

 

GA: Nesse ponto, a terapia te ajudou?

DS: “Muito. Eu não estou conseguindo ser assídua como eu gostaria, mas tem me ajudado muito. Primeiro, você aprende que repórter não é terapeuta e nem amigo, ele está ali fazendo um trabalho. Antigamente, eu achava que vocês eram meus amigos e que estavam perguntando sobre a minha vida porque se incomodavam comigo de verdade.”

 

Deborah Secco

GA: A ‘Bruna Surfistinha’, seu personagem nos cinemas, teve problemas com a droga. Essa foi uma das suas maiores dificuldades?

DS: “Acho que sim. Eu tive que ter ajuda médica mesmo. Sou careta e não sabia o que acontecia, como era o efeito dessas coisas nas pessoas, se era instantâneo ou demorado, quanto tempo levava. Então, eu tive a ajuda de médicos, usuários e outras pessoas, para saber como era a reação. Eu não como nem bombom com licor. Além desta, a maior dificuldade foram as filmagens, que foram feitas completamente fora de ordem.”

 

GA: Como você mantém o corpo?

DS: “Estou malhando há um ano e faço Pilates há três. Comecei a musculação assim que terminei o filme da ‘Bruna Surfistinha’. Foi isso que me deu uma maior definição. Eu malho todo dia, seis vezes por semana.”

 

GA: E a sua alimentação?

DS: “Eu nunca pensei em mudar a minha alimentação, mas tive uma estafa durante a turnê da peça, e foi detectado que foi por maus hábitos alimentaresem demasia. Aí, eu tive que mudar completamente e fazer a tal da reeducação alimentar, que eu nunca pensei que funcionasse. Comecei a comer saladas, coisas que eu nunca tinha ingerido na minha vida, por exemplo, nunca comi carne branca. Hoje, se eu como carne vermelha, me sinto mal. Eu como, nada é proibido para mim. Mas, eu evito. Se tenho alguma coisa para fazer a tarde, não consigo almoçar carne vermelha. Quem cuidou disso para mim foi a nutricionista Marcela Amar.”

 

GA: Com isso, aposentou a panelinha de brigadeiro?

DS: “Não, às vezes, ela até aparece. Mas, só quando eu sei que vou ter um dia de folga ou quando sei que vou poder dormir até tarde.”

 

GA: Tem alguma coisa que não te deixa resistir?

DS: “Agora, que eu já melhorei da estafa, estou comendo bem mais, já estou bem mais tranquila e liberada. No primeiro mês, foi muito mais rígido, não tenho nenhuma restrição. Mas, hoje eu estou preferindo comer bem.”

 

GA: Entre uma novela e outra, seus personagens insistem que você fique loira. Que cuidados você toma com os fios?

DS: “Vou te dizer que tinha que ter muitos mais. Mas, não está dando tempo. Eu não passo nada em casa, sou péssima. Lavo com o shampoo e o condicionador que eu encontro no banheiro. Não faço hidratação em casa e nem nada.”

 

GA: Que cuidados você tem com a pele e o rosto?

DS: “Eu tive muitos. Nem pela personagem, mas quando se está trabalhando, a gente entra em um processo de usar maquiagem diariamente. Então, tem que ter um cuidado muito maior. O protetor solar passa de 30 para90. Agente vai se adequando ao que o trabalho pede. Realmente não é fácil manter tudo em ordem, com essa rotina de gravação, maquiagem, luz, diariamente.”

 

GA: E tem alguma rotina de cuidados?

DS: “Eu começo a usar mais medicamentos, ter o cuidado de passar um protetor solar bacana. Aí, vai dependendo. Nasce uma espinha ou uma mancha e a gente liga correndo para a dermatologista.”

 

Dados da atriz

Nome Artístico: Deborah Secco

Nome Completo: Deborah Fialho Secco Flores

Nascimento: 26/11/1979

Cidade: RIO DE JANEIRO

Signo Solar: SAGITÁRIO

Signo Ascendente: CÂNCER

 

Por: Ana Rodrigues

Mais lidas