Bárbara Paz conta que também venceu obstáculos fora da telinha

Avalie

Bárbara Paz conta que também venceu obstáculos fora da telinha  

Guia da Tevê: Já estiveram em Portugal?

Bárbara: “Já é a segunda vez que venho a Portugal, mas a primeira a trabalho. Para o Rodrigo é a primeira vez.”

Guia da Tevê: O que o Felipe (Rodrigo Hilbert) trouxe para a vida da Renata?

Bárbara: “A calma e a serenidade do Felipe trouxeram para a Renata uma outra vivência, porque ela sempre teve o Miguel como um pai, cobrando. E o Felipe não, ele veio sem cobrança trazendo uma luz para ela, como muita gente na nossa vida vem nos salvar. Esta novela é a vida como ela é!”

Guia da Tevê: Vocês na novela são um casal cheio de adrenalina, praticando alguns esportes radicais. Na vida real, também praticam alguma coisa?

Bárbara: “Ah, eu gosto! Adoro correr, já fiz esgrima, faço ioga e dependendo da fase da minha vida pratico esportes diferentes, mas tenho a certeza que preciso sempre de me exercitar. Sou uma pessoa com muita energia, e preciso do esporte para me acalmar um pouco.”

Guia da Tevê: A Bárbara assinou agora um contrato de 3 anos com a Globo?

Bárbara: “Foi muito especial para mim. Quanto você mais faz, mais você aprende, foi uma grande vitória. Um ator, para fazer sempre melhor, só o fará a longo prazo, tem que aprender a vencer a ansiedade para se tornar melhor.”

Guia da Tevê: Onde foi buscar a inspiração para a Renata?

Bárbara: “Sempre ouvi falar de anorexia ou de alcoolismo, mas nunca tinha prestado atenção nessa coisa de anorexia alcoólica. Então fui num psiquiatra para entender o que as pessoas com esta doença sentem e até onde pode chegar. Ouvi vários relatos também de algumas meninas que sofrem disso. Fui estudar, na verdade.”

Guia da Tevê: E o que a Renata tem de você?

Bárbara: “Acho que numa fase da minha vida fui um pouco mais insegura e ao mesmo tempo queria tudo. Num dia estava feliz, num outro estava triste, um pouco como a Renata. Hoje em dia, estou um pouco mais calma. Alguém disse que um personagem tem sempre algo dele na gente. Mas eu, ao contrário da Renata, sou uma pessoa muito saudável, nunca fui uma pessoa viciada em nada, sempre me alimentei muito bem. Tudo o que é excesso para mim me cansa. Porém, a alegria dela também vem de mim, eu sou uma pessoa feliz e gosto muito de viver, apesar dos problemas da Renata, ela também está começando a gostar de viver.”

Guia da Tevê: Como gosta de Fernando Pessoa, também gosta muito de escrever. Percebe-se isso no seu blog. É uma forma de auxiliar nos problemas da sua vida?

Bárbara: “Escrevo para expressar tudo aquilo que sinto. Tenho que me expressar de alguma forma.”

Entrevista: Anabela Cardoso
Foto: Alex Palarea/AgNews

Mais lidas