A dupla Rick e Victor fala da experiência de trabalharem juntos no novo CD

Avalie

A dupla Rick e Victor fala da experiência de trabalharem juntos no novo CD  

RICK: um papo de pai pra filho

Guia da Tevê: Como foi a escolha do repertório e a idéia de misturar tantos gêneros musicais como pop, som de raiz, música romântica, forró, xote, enfim…?
Rick: “A gente compos coisas que a gente gosta de cantar. A música “Seus Olhos Por aí”, ele ja´me trouxe quase pronta. Tem uma música que a gente fez junto com o Kadu Ferraz, “Não Deu Pra te Esquecer”, que traz essa mistura que você disse ai… A gente não tá preocupado em fazer um disco pra vender, porque a carreira de Rick e Renner é uma coisa consolidada e tal e o Rick e Victor é uma satisfação pessoal, um sonho realizado de estar fazendo um projeto junto, cantando as coisas que a gente escreveu junto, que a gente gosta de cantar e fica cantando lá em casa…”

Guia da Tevê: E aos 43 anos você se sente um homem realizado, profissionalmente e pessoalmente?
Rick: “Cara, eu tô realizado há muito tempo, sabe? Eu tive muito mais na vida do que talvez eu mereça.  E o fato de eu estar cantando com o meu filho, acho que é uma extra que Deus está me dando!  É algo muito além do que eu imaginava. E eu sou um cara muito centrado na minha vida, eu procuro não jogar dinheiro fora, procuro administrar bem o lado família, o lado profissional… Então, eu estou vivendo a minha vida de forma única e estou muito feliz com o que está acontecendo hoje.”

VICTOR: uma parceria natural

Guia da TV: Como é ser lançado no mercado musical com esse CD em que junto com o seu pai vocês interpretam e compõem as canções?
Victor: “Foi bom demais! Esse projeto nasceu há 1 ano mais ou menos.. Eu fiz uma participação com o Rick e Renner, e aí surgiu a idéia de fazer esse projeto junto. E é bom demais estar com o meu pai ao meu lado, né? É como se fosse um alicerce pra mim.”

Guia da TV: Essa mistura de sons no CD foi idéia de quem?
Victor: “Eu e meu pai a gente escuta muita coisa lá de fora, e a gente procura trazer um pouco pra cá. Tem um monte de banda que a gente curte e tal, ouve, tem a idéia e bota em prática.”

Guia da TV: Você pretende continuar compondo ou vai fazer novas parcerias?
Victor: “Parcerias e compondo também. Meu pai tem vários parceiros de composição, e eu também.”

Guia da TV: Dizem que quando o compositor está sofrendo por amor, ele compõe melhor, você concorda com isso?
Victor: “É verdade.. quando a gente fica ruim, aí é que o trem anda! É aquela inspiração e vontade de falar pra ela, e aí fica bonito demais! (risos).”

Guia da TV: No seu caso, quando você tem aquelas briguinhas, ainda que bobas, com a sua namorada, aí que fica inspirado pra compor uma música?
Victor: “É, quando eu passo por uns maus bocados, aí eu choro no papel… Então, tem o lado bom também (risos).”

Guia da TV: Maio é mês das mães, e tem uma música nesse CD que você homenageia sua mãe. Como foi isso?
Victor: “Tem, ela se chama: “Quando Eu paro pra te olhar”, mas é uma música que fala mais do sentimento do meu pai por ela, não tanto do sentimento de filho pra mãe. Mas futuramente, pode rolar uma dedicatória minha pra ela, como pro meu pai, enfim, pra todo mundo.”

Entrevista: Eliane Calixto
Foto: Fábio Nunes/Warner Music

Tags: ,

Mais lidas