Na cabine do porteiro

Avalie

Um dia desses, cheguei em casa de madrugada e antes de subir fiquei conversando com meu porteiro. Ele sempre brincava comigo, mas aquele dia falamos umas besteiras mais pesadas. Como estava frio, ele me chamou para ir para dentro da cabine e foi só eu entrar para ele me puxar pela cintura e meter um beijão. Eu devolvi outro com desejo e ele já começou a descer e beijar meus seios cheio de fogo.

Com aqueles braços grossos, me sentou na mesinha e levantou minha saia. Pegou uma camisinha que tinha na gaveta, colocou e me penetrou depois de me preparar com umas dedadas. Nossa, foi muito gostoso. Hoje em dia, ele vive me chamando para irmos ao motel, tenho vontade mas tenho medo…

Mais lidas