Regras para não estourar o cartão de crédito

Avalie

Siga algumas regrinhas mágicas para não se perder nas contas e mergulhar em dívidas que parecem não ter fim

No Brasil, 80 milhões de pessoas são portadoras de cartões de crédito e de débito. São facilidades da vida moderna, mas que podem afundar qualquer consumidor em dívidas se o cartão não for usado de maneira correta.

A Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços) notou que, tanto os consumidores como os estabelecimentos, têm muitas dúvidas em relação ao uso do “dinheiro de plástico”. Por isso, divulgou algumas regras mágicas que podem evitar que você entre no vermelho:

menina-carta-credito• Guarde e some todos os comprovantes do seu cartão, sem se esquecer de incluir as compras parceladas.

• Não leve a mal se a loja pedir sua identidade antes de passar o cartão. Esse é um procedimento importante que garante a sua segurança.

• Ao fazer compras pela internet, prefira sites seguros.

• Nunca comprometa seu salário com as despesas do cartão. Se for preciso, faça uma revisão nos seus gastos para evitar dor de cabeça.

• Seu cartão e sua senha são de uso pessoal e intransferível, devendo ser muito bem guardados.

• Prefira sempre pagar o valor integral da sua fatura na data do vencimento.

• Programe-se sempre e nunca use o cartão como um segundo salário.

• Se acontecer de você perder seu cartão, avise imediatamente a central de atendimento da operadora.

• Confira sua fatura com atenção e, caso não reconheça algum lançamento, avise imediatamente a central de atendimento do seu cartão.

• Estabeleça um limite real de despesas e siga rigorosamente essa meta.

• Garanta seus direitos: nenhuma loja pode oferecer preço diferenciado para pagamento à vista e com cartão.

• Só use pagamento mínimo em uma emergência quando, por exemplo, você gastou a mais e não tem outra alternativa para financiar a dívida.

• Parcelar compras deve facilitar sua vida, não complicar. Anote sempre as compras que você parcelou para não perder o controle de seus gastos.

• Escape dos juros para não entrar em uma bola de neve. Se precisar, procure alternativas de financiamentos com juros mais baixos que o do seu cartão.

Simulador de despesas

No site www.dicasdocartao.com.br, você pode fazer uma simulação de suas despesas, evitando gastos que possam estourar seu orçamento.

 

Texto: Gisele Peralta

Foto: Shutterstock Images

Mais lidas