Entrevista com Paloma Bernardi, a Rosângela de Salve Jorge

Paloma Bernardi de vestido nude

Foto: Roberto Filho / AgNews

Ela já deu vida a várias mocinhas, tanto na tevê quanto no teatro. Mas dessa vez, Paloma Bernardi promete apresentar para o público uma personagem totalmente diferente! Em Salve Jorge, a atriz é a ambiciosa Rosângela, uma moça que vai ser traficada para a Espanha e lá, apesar das dificuldades, começa a trabalhar como aliciadora de mulheres só pensando no dinheiro que poderá ganhar. Para encarar este novo desafio, Paloma fez aulas de danças sensuais para seduzir os homens de plantão. Mas a atriz avisa: nunca posará nua! “Já recebi convites, mas descartei. Eu faria nudez pelo personagem, mas nada desnecessário. Se cabe na cena, tudo bem”, afirma. Apesar do rostinho de menina, Paloma prova que é uma garota de atitude! Confira o bate-papo:

Guia da TV: Você sempre quis ser atriz?
Paloma: “Sempre! Fiz teatro  em São Paulo e buscava novelas. Desde sempre já me via nas telinhas, nas telonas e no palco. Era só questão de oportunidade mesmo, de ter o reconhecimento, mas sempre fui voltada às artes.”

Guia da TV: E você já está adaptada ao Rio?
Paloma: “E como não? O Rio de Janeiro é muito fácil de amar! Tô aqui desde a novelaViver a Vida, em 2009. Estou  adorando este bate-volta, quero virar carioca definitivamente!”

Guia da TV: Você vive na novela uma das meninas que são traficadas. Qual cena que você fez mais te marcou?
Paloma: ” Na verdade, eu sinto que todas as cenas desse núcleo vão ser importantes, tensas e marcantes. Não é nada leve, vai ser muito difícil. A cena que eu vou trabalhar pela primeira vez e volto contando como foi, acho que ali cai a ficha de que não tem mais volta e é a realidade, não é história.”

Guia da TV: Você foi modelo e teve contato com arte. Já teve alguém que fez uma proposta indecente?
Paloma: “Graças a Deus eu sempre caí nas mãos de pessoas bacanas. Existem muitos caminhos que não são confiáveis, mas eu nunca passei por nenhum tipo de dificuldade, sempre passei por testes normais. Nunca tive isso. Acho que Deus é meu amigo, eu rezo para que ele me mostre o caminho certo!”

Guia da TV: Você já tinha conhecimento sobre o tráfico de pessoas?
Paloma: “Não. Acho que a novela vai ser boa para mostrar isso. A gente sabe que existe, mas sempre vemos em filmes, é algo muito distante. Com esse estudo que estamos tendo desde maio, eu vi palestras, filmes, fui a prostíbulos, fiz aula de dança sensual, conversei com prostitutas, conversei com famílias que perderam suas filhas, com delegadas que investigam e  ONGs que estão preparadas para receber essas pessoas. Porque, afinal, é um trauma psicológico, não só físico. Então, a gente vê que a realidade está aqui pertinho, pode acontecer em qualquer lugar. Eu acho que a gente deve prestar atenção nos nossos sonhos e nos nossos desejos e saber em quem confiar, para poder realizá-los.”

Paloma Bernardi de vestido rendado

Foto: Alex Palarea e Roberto Filho / AgNews

Guia da TV: O que você viu nos prostíbulos?
Paloma: “É uma realidade muito pesada. Eu fui a dois prostíbulos no Rio e um em São Paulo, cada um de uma forma diferente. A diferença é que as prostitutas são prostitutas porque querem, elas não são forçadas. É por dinheiro mesmo, dificuldade financeira. No nosso caso, vamos ser forçadas, vamos cair no tráfico por pressão. E elas contam histórias absurdas de coisas que os homens pedem. Eu fui sentir como é o dia a dia da prostituta, de transar com mais de 20 homens, como elas ficam fisicamente, mentalmente… Têm umas que fazem por dinheiro, outras que não, tem dias que elas ficam tristes, deprimidas.  A novela vai realmente mexer, cutucar os traficantes e alertar as mulheres brasileiras, que é a beleza que todo mundo deseja. Afinal, a mulher brasileira é desejada em todo o mundo!”

Guia da TV: Você também fez aula de dança sensual. Você ainda faz?
Paloma: “Eu fiz por causa do laboratório. Eu sempre dancei, fiz balé e  jazz. Eentão, na verdade, foi só para buscar uma dança mais sensual. É ótimo, adorei!

Guia da TV: O que tem de diferente que você não conhecia?
Paloma: “Na verdade não tem nada de diferente. Acho que é só focar para a sensualidade, porque a dança em mim já existe, mas se você foca na sensualidade, o seu olhar já é diferente, seu movimento já é mais charmoso.”

Guia da TV: Você se acha uma mulher sensual?
Paloma: “Quando necessário sim, acho que todas nós somos. É só ligar o botãozinho e falar ‘agora vou ser sensual’. Na medida certa, sem ser vulgar, senão extrapola e fica feio.”

Guia da TV: E você posaria nua?
Paloma: “Já recebi convites, mas descartei. Não posaria nua jamais! Gosto de fazer ensaio sensual, adoro fotografar, já fiz vários ensaios, mas sem ser vulgar, sem precisar mostrar nada. A própria televisão e o cinema já podem ser oportunidades de me apresentar nua, mas dentro de uma personagem, dentro de uma história, com uma proteção específica. Eu faria nudez pelo personagem, mas nada desnecessário. Se cabe na cena, tudo bem.”

Guia da TV: E qual é a característica mais marcante da sua personagem?
Paloma: “A ambição, ela é muito ambiciosa. Ela começa a novela querendo ser modelo e é por isso que ela se cega e cai nesse tráfico. No tráfico, cada uma vai tentar sobreviver de alguma forma: tentar fugir, só que acaba morrendo; se entregar à prostituição, mas se envolvendo com drogas, bebida.E ela, espertamente, vai tentar ser aliciadora.”


Guia da TV: Esse papel mexeu com o seu psicológico?
Paloma: “Com certeza! Eu tive um choque de escutar e ver que tudo é realidade. São tantas histórias! Cada pessoa que eu conversei me tocou de forma diferente. É muito chocante!”

Mais lidas