A cor da Pantone 2014 na decoração

Avalie

A cor escolhida pela Pantone em 2014 será a “orquídea radiante”, uma variação entre o lilás e o roxo. Por ser uma cor muito feminina, muitas vezes fica complicado utilizá-la na decoração, principalmente no quarto do casal. Para te ajudar a usar essa linda cor na decoração da casa sem exageros, conversamos com a arquiteta Priscila Aun. Veja as dicas e deixe seu lar mais radiante em 2014!

Como usar essa cor

Segundo a arquiteta, a cor da Pantone é bem marcante e, por isso, merece muito cuidado na hora de usá-la. “Ela pode ser usada em detalhes da decoração como almofadas estampadas, bancos, vasos, pendentes, cortinas, e até mesmo, na louça para cozinha“, aconselha Priscila.

Ela também afirma que uma ideia interessante é misturar a cor com outros tons, como por exemplo, cores complementares, em tons pastéis ou degradê.

Thinkstock/Getty Images

Thinkstock/Getty Images

A cor da pantone no quarto do casal

Por ser um quarto dividido com o parceiro, deixá-lo muito feminino pode se tornar um incômodo para muitos homens. Portanto, se quiser usar o “orquídea radiante”, é necessário prestar bastante atenção.

Quer ver mais inspirações da Pantone? Acesse nosso Pinterest!

“A cor do ano de 2014 pode ser usada no quarto do casal em um papel de parede por exemplo, que tenha a cor como detalhe, junto com cores mais fechadas para integrar ao quarto. Além disso, pode-se usar complementando o papel de parede ou com um aparador de cama na cor Pantone. Uma outra opção é usar nos itens de decoração da cama, e até mesmo na colcha, tentando escolher uma que tenha também uma mistura de cores”, aconselha a especialista.

Pode ser usada nos móveis?

Se você tem vontade de usar essa cor nos móveis, Priscila diz que uma ideia muito interessante – e que não vai te fazer enjoar – é utilizá-la em fundos dos nichos de um móvel, ou fundo de prateleiras, mantendo os móveis na cor tradicional. Aposte nos detalhes!

Paredes coloridas

Nas paredes, tenha cuidado para não pintar uma parede muito grande e acabar exagerando. “O ideal é usar a cor em papel de parede, ou em paredes menores. É só escolher o cômodo de sua preferência e usar a criatividade”, finaliza a arquiteta.

Consultoria

Priscila Aun – arquiteta

 

Tags:

Mais lidas