Etiqueta na praia

Avalie

 

Etiqueta na praia

Foto: Glow Images/LatinStock

Férias, sol a pino, praia lotada. Muita gente aproveita para começar o ano com o pé na areia! O problema é que, na empolgação, alguns acabam esquecendo que o espaço da praia é público e acabam deixando algumas regrinhas de etiqueta social de lado. A Guia Astral conversou com a consultora de etiqueta do Senac Minas Gerais e autora do blog Elegante Sempre Janaina Depiné, que deu dicas preciosas para não pagar mico na praia. Confira!

1. Leve saquinhos plásticos para guardar o lixo que surgir durante o dia. Deixar sujeira na praia é um piores erros e dos mais fáceis de ser evitados.

2. Atenção na hora de escolher a roupa de banho: se a praia for mais “família”, é de bom tom evitar biquínis muito cavados ou decotados. Se você não usa faz tempo, vale experimentar a roupa de banho antes de viajar.

3. Não é proibido levar lanchinhos na praia, mas fazer refeições completas (como marmitex) é deselegante e anti-higiênico. Prefira produtos embalados, como salgadinhos, biscoitos ou lanche natural.

4. Por mais que você esteja em um grupo de amigos, é bom prestar atenção no volume da conversa. Na empolgação, vocês podem acabar atrapalhando um vizinho de areia que queira relaxar ou ler um livro.

5. Se estiver se sentindo incomodado por algum grupo, tente não ligar para isso. Já se a situação estiver insustentável, mude de local. “Como diz o ditado: ‘os incomodados que se retirem’”, aconselha Janaína.

6. Vai jogar bola? Escolha um local pouco movimentado e tome cuidado para que ela não caia em cima de alguém.

7. Ande com cuidado perto de pessoas deitadas para não sujá-las com a areia do pé.

8. Na praia todos estão expostos, mas é extremamente indelicado encarar as pessoas ou olhá-las de cima a baixo.

9. Se seu filho pequeno abrir o berreiro, tente acalmá-lo com paciência, mas voz firme. “Quem tem criança vai entendê-la”, ressalta a consultora. Em seguida, peça desculpas às pessoas. Caso ele não pare de chorar, é melhor ir embora.

10. Antes de paquerar alguém, tenha certeza de que a pessoa não está acompanhada.  Caso esteja sozinha, invista na troca de olhares. “Se for correspondido, puxe um assunto. Pode ser sobre o livro que a pessoa está lendo ou a música que está ouvindo”, aconselha Janaína.

Mais lidas