Cara Chiclete

Avalie
Cara Chiclete

Foto: Ablestock e Keydisc

Todo começo de romance é parecido: vocês dois querem se ver a todo momento, se ligam sempre, mandam mensagens um pro outro de cinco em cinco minutos e os beijos são mais frequentes. Depois, a euforia passa e as coisas ficam mais calmas, certo? Nem sempre. Se o seu parceiro é do tipo “chiclete”, a empolgação pode até passar, mas o gruda-gruda só tende a piorar com o tempo. De companheiro, ele passa a ser um vigilante da sua vida: quer estar junto em todos os lugares e desconfia de tudo o que você faz sem ele. Cuidado! É preciso agir para não deixar essa situação virar um problema em sua vida.

1º passo: conversa sincera
Se os casais entendessem que com conversa poderiam resolver a maioria dos problemas em um relacionamento, tudo seria mais fácil na vida a dois. Por isso, não tenha medo de chatear o gato ao chamá-lo para uma conversa séria e sincera. Fale com jeitinho, mas não deixe de dizer o quanto você está se sentindo sufocada, o quanto é chato ter que ficar dando explicação de tudo, etc. O importante é mostrar que você não está feliz com o gruda-gruda e que é saudável que cada um de vocês tenha seu espaço.

2º passo: tornar o gato mais independente
Homens-chiclete costumam ser muito carentes, por isso querem a sua atenção e a sua companhia a todo momento. Se você já conversou com o gato e, mesmo assim, ele continua bombardeando mensagens, perguntas, cobranças e ligações, simplesmente pare de corresponder a essas exigências. Se ele liga de madrugada só para desejar “boa noite” ou telefona às 8 da manhã para perguntar se você já foi trabalhar, pare de atender as chamadas nesses horários e depois explique o porquê de não tê-lo atendido. Você não tem que se afastar, mas mostrar, agora com atitudes, que cada um precisa do seu espaço.

3º passo: coloque a relação na balança
Não adianta o quanto você fale ou faça, o cara continua grudando em você como chiclete. O jeito, amiga, é você repensar o relacionamento. Ele é uma pessoa carente e é ele quem tem que mudar de atitude. Você está feliz com a maneira como o gato age? O quão importante é para você ter o seu espaço? Você se sente pressionada, cobrada ou sufocada? Responda a essas perguntas antes de seguir com a relação.

Como identificar um cara chiclete!
Os “grudentos” geralmente se denunciam logo nos primeiros encontros, mas a empolgação do início do romance não nos permite identificá-los. Preste atenção se o seu gato tem esse tipo de comportamento logo nas primeiras saídas:
1-Você nunca viu o gato na vida, até que um dia ele se apresenta dizendo que é um admirador antigo, que sabe de toda a sua vida e que faria de tudo para ter um momento com você.
2-Ele faz questão de colocar apelidos fofos em você, como “linda” e “amore”e chama você assim na frente das outras pessoas.
3-Ele quer saber de cada detalhe da sua vida, com quem você costuma sair, a que horas costuma acordar, quantos namorados já teve, e por aí vai.
4-Depois que trocaram telefones, ele liga só para ter certeza de que você passou o número certo.

Mais lidas