Sangramento na gravidez

Sangramento na gravidez

Foto: Thinkstock/Getty Images

É muito comum ouvir mulheres dizendo que estavam menstruadas durante o período de gestação. No entanto, é possível confundir diferentes tipos de sangramento com o ciclo menstrual. A ginecologista Caroline Alexandra Pereira de Souza revela os tipos de sangramento que ocorrem nas primeiras doze semanas de gravidez:

Nidação: ocorre num período de seis a dez dias depois da fecundação. O ovo vai lentamente “afundando” no endométrio, que é uma membrana mucosa, formada por fibras musculares lisas, provocando um discreto sangramento menos intenso do que o ciclo menstrual normal, de cor similar a uma borra de café.

– Implantação: É comum notar um pequeno sangramento vaginal logo no início da gravidez, em torno de 10 a 14 dias após a fecundação. Este sangramento deve-se a implantação do embrião na parede do útero. A coloração do sangue é mais clara e a duração do sangramento é menor do que em uma menstruação normal. Não é motivo para alarde.

– Mudanças no colo do útero: Quando você está grávida, mais sangue flui para o útero, por isto o colo pode ficar mais sensível e sangrar após o sexo ou exame ginecológico.

– Gravidez ectópica: Algumas vezes o embrião implanta-se fora do útero, geralmente na trompa. Isto é conhecido como gravidez ectópica. O embrião fora do útero na sobrevive, e sem tratamento pode ocorrer sangramento vaginal acompanhado de dor pélvica ou abdominal.

– Infecções: Infecções que acometem a vagina e o colo do útero podem resultar em sangramento.

– Aborto: 15% das gestações conhecidas terminam na forma de aborto. O sangramento pode significar um aborto precoce. Mas é importante lembrar que nem todo sangramento significa aborto, pelo contrário. É importante identificar as características do sangramento vaginal para saber quando consultar seu obstetra.

Ajuda especializada

“Não é normal ter qualquer tipo de sangramento durante a gestação, exceto o chamado ‘sangramento de implantação’. Em outras palavras, seria uma pequena perda sanguínea decorrente da fixação do embrião na parede do útero devido ao rompimento de um pequeno vaso. Este sangramento é geralmente de pequena quantidade, escuro ou rosado, semelhante ao do início ou do final da menstruação e não dura mais do que três dias”, explica a especialista.  Portanto, se perceber qualquer sangramento anormal, procure a ajuda de um médico!

Consultoria:
Dra. Caroline Alexandra Pereira de Souza- ginecologista, obstetra e especialista em reprodução humana
http://clinicabms.net

Mais lidas