ENTRETENIMENTO

Pacto Ribbentrop-Molotov: o fim e a operação Barbarossa

O pacto Ribbentrop-Molotov deixou todos desconfiados, e não era para menos. Dois anos depois da assinatura, ele chegou ao fim com a megaoperação Barbarossa

None
FOTO: Johannes Hähle/German Federal Archives/Wikimedia Commons

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/08/2016 às 14:18
Atualizado às 18:15

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O pacto Ribbentrop-Molotov, ou tratado de não-agressão, foi um acordo – pra lá de improvável – entre a União Soviética de Josef Stalin e a Alemanha de Adolf Hitler. Os líderes tinham intenções escusas com essa aliança e, algum tempo depois, elas foram reveladas.

Todos sabiam que, mais cedo ou mais tarde, o embate nazismo versus bolcheviques aconteceria. Só não dava para saber quem passaria primeiro a perna em quem. Mas, nós damos uma dica para você:

hitler ataca união soviética fim do pacto ribbentrop-molotov operação barbarossa

FOTO: Reprodução

Apesar do líder da Alemanha ter planejado sua investida, Stalin não esperava por isso. Ele estava bem confiante de que Hitler não o atacaria, e desconsiderou uma série de avisos que os Aliados deram de um ataque que poderia vir a qualquer momento.

A megaoperação

URSS foi pega completamente de surpresa pela megaoperação Barbarossa, considerada a maior ação militar da Alemanha sob o comando de Adolf Hitler na Segunda Guerra Mundial. No dia 22 de junho de 1941, o pacto Ribbentrop-Molotov, de não-agressão, havia, definitivamente, chegado ao fim.

fim do pacto ribbentrop-molotov operação barbarossa

FOTO: Johannes Hähle/German Federal Archives/Wikimedia Commons

Na operação, uma tripla força-tarefa dos exércitos alemães se encarregou de atacar os soviéticos, uma mirando no Cáucaso, a outra rumando para Moscou e uma terceira visando os países bálticos. O Exército Vermelho era até numeroso, mas não tinha muita organização e foi pego desprevenido. Resultado: logo de cara, milhares de aviões soviéticos já estavam aos pedaços.

A invasão alemã foi o motivo que determinou a entrada da URSS na Segunda Guerra Mundial – e, por tabela, um dos principais motivos que levou à capitulação do Eixo, já que a primeira derrota de Adolf Hitler ocorreu justamente em solo soviético, na famosa Batalha de Stalingrado.

SAIBA MAIS

Há 77 anos, o pacto Molotov-Ribbentrop foi assinado. Conheça sua origem

Pacto de não-agressão: entenda os termos do acordo

As reais intenções de Hitler e Stalin com o pacto de não-agressão

Texto: Victor Santos Edição: Érika Alfaro