Madeixas longas e saudáveis: saiba como acelerar o crescimento dos cabelos

Para acelerar o processo, é essencial conhecer quais são os fatores que ajudam e impedem o crescimento dos cabelos (COM VÍDEO)

Conquiste cabelos longos e com saúde
Conquiste cabelos longos e com saúde - Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 15/06/2022 às 14:00
Atualizado às 14:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Como anda o projeto Rapunzel por aí? Apesar de ser um termo bastante engraçadinho, ele se refere a um assunto bem sério: fazer o cabelo crescer! Seja pelo arrependimento que bateu depois de cortar os fios ou a recuperação da madeixa após processos químicos, o que vale é manter o foco na missão e anotar dicas realmente úteis!

Mas, antes, é necessário entender que apesar de existirem diversos produtos que podem ser utilizados para conquistar o tão esperado cabelo longo e sedoso, nenhum deles age sozinho. Segundo a bioquímica e cosmetologista Heloisa Olivan, esse processo é um verdadeiro trabalho em equipe.

"O crescimento dos cabelos é influenciado pela alimentação, hábitos de vida, genética e rotina de cuidados. Tudo isso deve ser considerado para equilibrar, melhorar ou acelerar o aumento dos fios", explica.

Dito isso, vamos às dicas para acelerar o crescimento das madeixas de uma vez por todas!

Cuidados com o couro cabeludo

Não pense que para deixar os cabelos crescerem é preciso cuidar apenas dos fios. Tratar o couro cabeludo é o primeiro passo para ter um cabelo saudável, pois ele é uma estrutura viva e cheia de particularidades que poderão ser determinantes para o possível aparecimento de disfunções capilares que afetam o crescimento e espessura dos fios.

A especialista destaca ainda que a velocidade de envelhecimento dessa área é muito maior se comparada à da pele: "com a queda na produção de colágeno e materiais de sustentação inerente ao processo de envelhecimento, o couro cabeludo e os fios de cabelo perdem seu vigor, cor, brilho e alguns aspectos tornam-se mais evidentes, como a calvície e o agrisalhamento". 

A primeira regra de ouro é: conhecer o seu tipo de cabelo. Cada um exige cuidados específicos de acordo com a anatomia dos fios, químicas e estilo de vida. Portanto, escolher o produto correto é fundamental para ter cabelos saudáveis e higienizados corretamente.

A profissional esclarece ainda que o shampoo deve ser aplicado somente na raiz e espalhado em movimentos suaves com as pontas dos dedos, visto que se o processo for muito bruto, pode fragilizar os fios e favorecer ainda mais a quebra. 

Já a segunda regra para ter os cabelos sedosos e fortes é condicioná-los bem após a lavagem. O produto deve ser aplicado no comprimento e pontas dos cabelos apenas, já que ele fecha as cutículas dos fios — abertas pela ação do shampoo no momento da lavagem. Ou seja, deixe-o longe do couro cabeludo para evitar problemas como a oleosidade. 

Óleo de rícino e produtos naturais

Como apresenta propriedades antibacterianas e antifúngicas, devido à elevada composição de ácido ricinoleico, o óleo de rícino combate infecções e o crescimento de bactérias e fungos que podem impedir o crescimento capilar. "Ele pode auxiliar no crescimento dos fios, prevenir a queda precoce, ativar a circulação do couro cabeludo, equilibrar a oleosidade, reduzir a coceira e descamação e ajudar a manter a hidratação dos fios", detalha Heloisa.

Mas com essa alta dos produtos naturais, não é só o óleo de rícino que ajuda a manter a cabeleira em ordem, viu? Óleos vegetais, como de gergelim, soja, amêndoas, jojoba e óleos essenciais ajudam não somente a cuidar do cabelo, mas também das unhas, da pele, do couro cabeludo e do emocional. Só benefícios à vista!

Ansiedade e estresse

Respira e não pira! Se você anda muito ansiosa e com os nervos à flor da pele, saiba que a sua saúde capilar pode estar em risco. O emocional desempenha um papel fundamental no crescimento dos cabelos e viver numa montanha-russa de sentimentos pode ser um gatilho para que a queda se instale. 

Assim, se as emoções estiverem fora de controle, não pense duas vezes na hora de procurar um especialista em saúde mental!

Exercícios físicos e qualidade no sono

Fazer exercícios e uma boa noite de sono não só melhoram a qualidade e crescimento do cabelo, como também reduzem a depressão e a deterioração cognitiva, produzindo efeitos positivos no humor e autoestima. 

Segundo a bioquímica, dormir é vital para reestruturar o corpo, melhorar a disposição, memória e o sistema imunológico. "Por outro lado, insônia, hipersonia, cochilos durante o dia e falta de rotina com o sono podem trazer consequências à saúde capilar, visíveis em um curto espaço de tempo", explica.

Alimentação e hidratação

De acordo com a nutróloga Marcella Garcez, os cabelos são formados, basicamente, por queratina, que é uma proteína. Portanto, caprichar no prato também faz bem para os fios! "Aposte no consumo de alimentos ricos nesse nutriente, como peixe, frango, carne magra, ovos e feijão", recomenda. 

Além disso, lembre-se de manter a hidratação do organismo em dia, bebendo diariamente a quantidade ideal de água para o seu peso. Esse hábito não é importante apenas para a saúde dos fios especificamente, mas para o corpo como um todo. Capriche!

Saiba mais sobre o assunto nesse vídeo especial:

Fontes: Heloisa Olivan, bioquímica e cosmetologista do Instituto Olivan; e Marcella Garcez, médica nutróloga, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.