Cilada! 3 atitudes que atrapalham a emagrecer

Não era saudável, era cilada! Confira dicas para correr se você visa emagrecer de forma saudável

Será que você já caiu em alguma fake news do emagrecimento? Veja agora
Será que você já caiu em alguma fake news do emagrecimento? Veja agora - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 27/04/2022 às 16:00
Atualizado às 16:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Emagrecer não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Exige muita disciplina, alimentação saudável e atividade física, afinal de contas, esse é um processo constante. No entanto, sempre surgem aqueles "truques" que prometem agilizar o emagrecimento, mas será que elas funcionam de verdade? Pois é...

Existem 3 fake news que circulam por aí e fazem diversas vítimas. E pior: ainda atrapalham você na perda de peso. Para desmistificar essas ciladas na hora de emagrecer, o médico Edson Ramuth separou três atitudes que podem comprometer seu processo de perda de peso. Confira a seguir! 

Prato vazio
Será que "fechar a boca" é realmente a melhor estratégia para emagrecer? (Foto: Shutterstock)

Trocar sólidos por líquidos: 

Quem nunca ouviu essa dica por aí, né? Apesar das sopas, cremes e shakes serem uma delícia e uma opção saudável, não é o estado dos alimentos que vai garantir que o indivíduo perca peso. Nesse sentido, o que conta são as calorias, carboidratos e os nutrientes envolvidos nessa refeição.  "Um copo de vitamina pode apresentar muito mais carboidratos em sua composição do que um prato de filé com verduras, uma refeição mais interessante nutricionalmente, por exemplo", explica Ramuth.

Pular refeições e passar fome:

Com certeza, a frase que muita gente que busca emagrecer está acostumada a ouvir é o clássico "fechar a boca". Mas as coisas não funcionam assim na perda de peso, viu? E quem diz isso é a ciência, podendo até mesmo provocar o efeito reverso do desejado. 

“Hoje, a medicina entende que pode ser mais interessante ter um cardápio variado e com refeições nutritivas ao longo do dia. Do contrário, a chance do paciente abandonar o tratamento é muito maior”, afirma o médico.

Saudável não significa baixa caloria:

É comum que pessoas em processo de emagrecimento fiquem sempre atentas a quantidade de calorias presente em cada alimento. Contudo, um alimento ter menos calorias não significa que ele é propriamente saudável. 

Nozes e castanhas, por exemplo, devem fazer parte da dieta, mas é preciso ficar de olho na quantidade. De acordo com Edson Ramuth, "as oleaginosas podem ser consideradas hiperpalatáveis, ou seja, é super fácil acabar com um pacote de amendoim sem perceber. Apesar de super nutritivos, em grande quantidade podem atrasar os resultados".

Dica final:

Decidir que vai incluir hábitos saudáveis na rotina é uma decisão que traz muitos benefícios. O que não é nada saudável é começar com dietas e exercícios sem auxílio profissional. Por isso, caso esteja em busca de emagrecer, não se esqueça de procurar por profissionais especializados neste assunto, tudo bem?

Fonte: Edson Ramuth, médico e CEO do Emagrecentro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.