Oração de São Vito para causas urgentes

Conheça a história e uma poderosa oração de São Vito para receber as graças do santo, que intercederá pela sua saúde e causas dos mais necessitados

None
Ilustração: Reprodução

por Vítor Ferreira
Publicado em 15/06/2020 às 10:09
Atualizado às 10:09

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Não há dia mais especial para realizar uma oração de São Vito do que 15 de junho, data marcada pelo seu falecimento, possivelmente no ano de 304. O divino foi morto aos 15 anos, após se negar a abdicar a sua fé por Jesus Cristo.

Após ser canonizado, entrou para o grupo dos 14 santos auxiliares, divindades que podem interceder pelos fiéis em ocasiões específicas ou para sanar determinadas doenças. Além disso, São Vito ficou conhecido por curar mordida de cachorro e a epilepsia da coréia – enfermidade popularmente chamada de “doença de São Vito”.

História do santo

Vito nasceu na antiga cidade de Mazara, na Sicília ocidental, no final do século III, em uma família pagã e muito rica. Sua mãe faleceu ainda quando era muito novo. Halaz, seu pai, para cuidar do menino, contratou uma ama chamada Crescência, uma mulher de linhagem nobre, cristã, viúva e que tinha perdido seu único filho há pouco tempo.

Halaz também admitiu Modesto, um professor cristão, para ensinar seu filho em casa. Como o pai de Vito era contra qualquer doutrina católica, ambos os novos empregados esconderam suas crenças, mas acabaram por educar o menino dentro da religião.

Aos doze anos, embora clandestinamente, Vito já estava batizado e possuía uma forte identificação com os ensinamentos de Jesus. Ao saber disso, Halaz tentou convencê-lo a abandonar a fé. Vendo que não teria sucesso, castigou o filho, entregando-o ao governador Valeriano, que o prendeu e maltratou por vários dias.

Modesto e Crescência, comovidos com a situação, planejaram uma fuga que, segundo a tradição, teve a ajuda de um anjo. Ao conseguirem tirar Vito das mãos tiranas de Valeriano, os três fugiram para Lucânia, em Nápoles. Após um período de paz, acabaram sendo reconhecidos e passaram a viver de cidade em cidade.

Durante essa fase, Vito, que desde os sete anos havia manifestado dons especiais, reuniu inúmeros milagres. Dentre os mais conhecidos, está a ressuscitação de um garoto que tinha sido machucado por cães raivosos.

A perseguição aos três só teve um fim quando o filho epilético do imperador Diocleciano ficou muito doente. Preocupado, o soberano pediu para que trouxessem Vito ao palácio para que o curasse, pois já havia tomado conhecimento de seus dons. Ao ser levado à presença do rapaz enfermo, o santo homem rezou com fé a Jesus.

Mas, assim que seu pedido foi atendido, Diocleciano mandou prender Vito. Após se negar, novamente, a deixar sua crença, o divino foi condenado à morte, em 15 de junho, possivelmente de 304, depois de ser bastante torturado. Por isso a data ficou marcada pela realização da oração de São Vito.

Outra narrativa da história, revela um final diferente, mas não menos trágico. Vito, Modesto e Crescência teriam sido levados diante de uma multidão para serem torturados e jogados aos cães raivosos. No entanto, um milagre os livrou do mal. Os animais não os atacaram e se deitaram aos pés dos três cristãos. Irritado com a situação, o imperador Diocleciano mandou que eles fossem colocados dentro de um caldeirão com óleo quente.

Oração de São Vito

“Ó glorioso São Vito! Vós suportastes, com calma e serenidade, as ameaças e insultos do vosso próprio pai e as perseguições dos pagãos. Até nas torturas do martírio conservastes uma tranquilidade imperturbável. Olhai para mim, pobre servo e devoto vosso. Vede a que estado nervoso me reduziram o cansaço, o esgotamento, a ansiedade e a depressão. A insônia me priva do descanso da noite. Qualquer contrariedade me irrita e me enerva. Palavras ríspidas e descaridosas me escapam da boca, contra a minha vontade. Por vezes os meus pensamentos se descontrolam e me torno incapaz de coordenar as minhas idéias. Até as minhas mãos se tornam trêmulas. O desânimo, o amargor invadem todo o meu ser. A minha força de vontade enfraquecida não me ajuda mais. Toda esta situação me deixa prostrado, desanimado, aflito e incapaz de reagir diante das dificuldades e dos problemas que surgem na minha família, no meu trabalho e no convívio com as pessoas. Querido São Vito! A vós recorro porque em vós eu vejo uma esperança para a minha saúde, uma luz para a minha vida. Sinto que a vossa proteção me reanima na minha fraqueza. De vós espero alívio na minha aflição, calma nos momentos de irritação, equilíbrio na perturbação, força de vontade para superar tudo o que é negativo. A vossa bênção me dará um pensamento positivo, paz, segurança, tranquilidade. Ó glorioso São Vito! Que vossa proteção faça reviver a minha esperança num Poder Superior. Que a vossa intercessão aumente a minha fé em Deus, Pai de amor; que fortaleça a minha confiança em Deus Filho e Salvador; que reanime a minha segurança em Deus, Espírito Santo Consolador. São Vito, eu vos peço fortaleza no desânimo, luz na dúvida, clareza na confusão e calma nas contrariedades. São Vito, São Vito! Socorrei um coração aflito! Amém.”

Não esqueça de realizar a oração de São Vito com muita fé e paz no coração para que seus pedido sejam atendidos.

Leia também:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.