Santos juninos: conheça suas histórias e orações poderosas

Santos juninos: conheça a história e orações de São João, São Pedro, São Paulo e Santo Antônio

Comemore as festividades religiosas com muita fé, alegria e amor para compartilhar com o próximo

santos juninos
Ilustração: Reprodução

O mês de junho é bastante conhecido pelas suas celebrações religiosas. Além de Santo Antônio, o casamenteiro, comemora-se também o dia de outros divinos bastante populares entre os fiéis: São João, São Pedro e São Paulo. Junto de Antônio, os três formam o grupo de santos juninos mais festejados pelo Brasil.

Por meio de suas histórias de fé e milagres, é possível seguir um caminho de paz, abençoado pela proteção que os consagrados trazem com seus ensinamentos e vivências mundanas. Reze e confie nas graças que eles podem oferecer para você agora e sempre.

Confie no poder dos santos juninos para atender seus pedidos

Ilustração de São João
Foto: Reprodução

História de São João Batista

Filho de Izabel e Zacarias, que rezavam há anos para ter um herdeiro, São João Batista nasceu seis meses antes de Jesus Cristo, seu primo, e teve seu nome revelado por um anjo. O santo, que levava uma vida monástica, foi preso e decapitado por enfrentar o rei Herodes em seu tempo. É considerado por muitos, padroeiro dos hoteleiros, hóspedes e prisioneiros. Sua data litúrgica é o dia 24, festejada no Brasil com muita música e comidas típicas.

Oração a São João Batista

“Ó glorioso São João Batista, profeta e precursor do altíssimo, primogênito da graça de Jesus e da intercessão de sua santa mãe, grande diante do Senhor pelos dons de que fostes enriquecido desde o seio materno e pela felicidade no cumprimento da missão recebida de Deus, ajudai-nos a acolher a boa-nova que anunciastes. Quero fazer de minha existência uma realização da justiça, do amor, da penitência e da pureza que proclamastes. Alcançai-me a graça de pertencer inteiramente ao reino por vós prenunciado e que está presente entre nós, desde o nascimento de Jesus. Alcançai-me, também, meu santo protetor, singular devoção à Virgem Maria que, levada pela caridade e pelo desejo de ajudar, foi com pressa à casa de vossa mãe, Santa Isabel, para serdes abençoado com os dons do Espírito Santo. Estou certo de que, com estas graças, e amando até à morte a Jesus e a Maria, salvar-me-ei e, no céu, convosco e com todos os anjos e santos, amarei e louvarei a Jesus e a Maria entre delícias e gozos eternos. Amém.”

Ilustração de São Pedro
Foto: Reprodução

História de São Pedro

Pedro foi o primeiro Papa e príncipe dos apóstolos. Mesmo sendo testemunha de importantes fatos da vida de Jesus, o santo negou Cristo três vezes na hora da Paixão. Quando Jesus ressuscitou, Pedro confirmou sua fé e se tornou um pregador do Evangelho. Após ser aprisionado por duas vezes, foi crucificado de cabeça para baixo, a seu pedido, pois não julgava-se digno de ser morto como Jesus. São Pedro é o guardião das chaves do céu e é considerado o padroeiro dos pedreiros, pescadores e porteiros. Sua celebração acontece no dia 29, sendo um dos santos juninos mais queridos.

Oração a São Pedro

“Apóstolo Pedro, de personalidade forte, impulsiva, totalmente fiel aos seus preceitos religiosos, bondoso e arraigado às palavras de Cristo, clamo a vós, já que estou numa fase difícil de minha vida e, creio que podes me orientar nesta cura divina (faça o pedido). Assim como tens a chave do céu, abra a minha alma para aceitar os vossos pensamentos maravilhosos. Se for atendido em meu pedido, darei glória incessantemente e prometo divulgar os seus milagres a todos os seres que necessitarem. São Pedro, rogai por nós! Amém.” (Reze um Pai-Nosso e um Credo)

Santos juninos
Foto: Reprodução

História de São Paulo

Também celebrado no dia 29, data de seu martírio, Paulo, que antes tinha o nome Saulo, cresceu e viveu nas tradições judaicas. Por sua fé, passou a combater os cristãos e persegui-los. Um dia, quando estava a caminho de Damasco, Paulo foi cercado por uma luz que o derrubou no chão e ouviu a voz de Jesus lhe falar.

Ele percebeu, então, que havia vivenciado um encontro com Cristo, se converteu e passou de perseguidor para um seguidor fervoroso de Jesus, espalhando a palavra da sua nova crença com determinação e coragem. A conversão de São Paulo é celebrada no dia 25 de janeiro e é vista por muitos como um dos atos mais importantes da religião cristã, demonstrando o poder de Jesus em perdoar, aceitar e abraçar um dos seus maiores perseguidores, confiando a ele a palavra da evangelização.

Oração de São Paulo

“Ó grande apóstolo São Paulo, mestre dos gentios, corajoso, seguidor de Cristo, destemido evangelizador, fundador de comunidades, dai-nos este espírito de apóstolo de vosso mestre Jesus, a fim de que possamos dizer a todos: ‘Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim’. Iluminai a todos os povos com a luz do evangelho, que com tanto amor testemunhastes, procurando estabelecer no mundo o reino de justiça e de amor do vosso mestre. Suscitai muitas vocações missionárias, que a vosso exemplo, levam Cristo a todos os povos. São Paulo apóstolo, rogai por nós. Amém.”

Santos juninos
Foto: Reprodução

História de Santo Antônio

Quando tinha 15 anos, ainda conhecido como Fernando, entrou como noviço no convento de São Vicente de Fora, em Lisboa. Foi nessa época em que o santo começou sua carreira religiosa e sua jornada para mais perto do Senhor. Após ingressar na Ordem dos Franciscanos, Santo Antônio encontrou a salvação para seu coração atormentado pelas disputas internas da Igreja. Para mostrar seu desejo de mudança, o santo abandonou seu nome de origem e mudou para Antônio.

Santo Antônio ficou conhecido como alguém que dava tudo de si para ajudar os pobres e necessitados e, naquela época, o dote era muito importante para que uma mulher pudesse se casar. Sabe-se que, mais de uma vez, ele reuniu moedas para que diversas mulheres pudessem obter o sagrado sacramento do matrimônio, assim surgiu sua fama que é conhecida até hoje, tornando-se um dos santos juninos mais recorridos.

Oração de Santo Antônio

“Oh! Santo Santo António, lírio dentre os santos, vosso amor a Deus e caridade por vossos irmãos, fez-vos digno, quando na terra, de possuir poderes milagrosos. Incentivado por este pensamento, eu te imploro que obtenhas para mim (faça o pedido). Oh! Gentil e amoroso Santo António, cujo coração estava sempre cheio de simpatia humana, faça meu pedido aos ouvidos do doce Menino Jesus, a quem carregastes com amor em vossos braços, e a gratidão meu coração entrego ao Menino Jesus, pelos benefícios que vos concedeu, oh! Querido Santo Antônio. Amém.”

Leia também: