Aprenda o que são os períodos compostos por coordenação!

O período composto por coordenação é formado por orações coordenadas, ou seja, aquelas que não exercem função sintática umas sobre as outras.

None
FOTO: PureStockX/DIOMEDIA

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/10/2016 às 09:43
Atualizado às 18:47

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Período composto por coordenação

O período composto por coordenação é formado por orações coordenadas, ou seja, aquelas que não exercem função sintática umas sobre as outras.

Exemplo: Deram as mãos e saíram andando.

professor, ensino, aula, período composto coordenação

FOTO: PureStockX/DIOMEDIA

As orações coordenadas podem ou não virem introduzidas por conjunção. Quando vêm introduzidas por conjunção são chamadas de oração coordenada sindética. Caso contrário, são chamadas de oração coordenada assindética. As orações coordenadas sindéticas podem se classificar em:

a) Oração coordenada sindética aditiva: exprime ideia de adição ou soma.

Exemplo: Ela estuda e trabalha. (oração coordenada assindética: Ela estuda) (oração coordenada sindética: e trabalha).

b) Oração coordenada sindética adversativa: exprime ideia de adversidade.

Exemplo: O aluno se esforçou, contudo não passou no vestibular. (oração coordenada assindética: O aluno se esforçou) (oração coordenada sindética: contudo não passou no vestibular).

c) Oração coordenada alternativa: exprime ideia de alternância ou escolha.

Exemplo: Ou estuda, ou trabalha. (oração coordenada sindética: Ou estuda) (oração coordenada sindética: ou trabalha).

d) Oração coordenada conclusiva: exprime ideia de conclusão.

Exemplo: Hoje está quente, portanto vamos nadar. (oração coordenada assindética: Hoje está quente) (oração coordenada sindética: portanto vamos nadar).

e) Oração coordenada explicativa: exprime ideia de justificação, explicação ou confirmação.

Exemplo: respeite-o, pois é mais velho. (oração coordenada assindética: Respeite-o) (oração coordenada sindética: pois é mais velho).

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Edição: Angelo Matilha Cherubini

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.