ENTRETENIMENTO

10 curiosidades sobre as Olimpíadas de Estocolmo 1912

Confira 10 curiosidade divertidas, ou nem tanto, sobre as Olimpíadas de Estocolmo 1912, a quinta edição dos Jogos na Era Moderna. A boa organização e o

None
Foto: domínio público

por Redação Alto Astral
Publicado em 15/08/2016 às 13:25
Atualizado às 18:09

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Confira 10 curiosidade divertidas, ou nem tanto, sobre as Olimpíadas de Estocolmo 1912, a quinta edição dos Jogos na Era Moderna.

Foto: domínio público

Foto: domínio público

  1. A boa organização e o sucesso dos Jogos de Londres em 1908 foram notícia no mundo todo, o que levou os melhores atletas do globo a cobiçarem uma medalha em seus currículos. Em consequência, pela primeira vez na história todos os cinco continentes estiveram representados em uma Olimpíada, embora alguns apenas com um país, como a América do Sul, pelo Chile.
  2. Aliás, pela primeira vez uma verdadeira delegação sul-americana participou dos Jogos, já que os chilenos enviaram 14 atletas de quatro diferentes modalidades. No entanto, retornou sem medalhas.
  3. No total, 28 países disputaram as Olimpíadas de Estocolmo 1912, representados por 2.407 atletas. Destes, 2.359 eram homens e 48, mulheres. Nas 102 provas das 16 modalidades caíram 18 recordes olímpicos e outros sete mundiais.
  4. Além de promoverem a competição como nenhuma outra sede o fizera, os suecos mostraram uma capacidade de organização reconhecida até os dias de hoje. Entre as inovações apresentadas, destacaram-se o sistema de cronometragem eletrônica e o uso do “photo finish” nas linhas de chegada das provas de velocidade, que mudaram para sempre o esporte.
  5. O boxe, então proibido pelas leis suecas, não pôde fazer parte dos Jogos. Isso levaria o COI a limitar a influência dos anfitriões nos programas das próximas edições.
  6. O pentatlo moderno fez sua estreia, assim como as mulheres na natação e nos saltos ornamentais. Outra estreia importante foi a do Japão, com dois atletas e nenhum pódio.
  7. O sucesso dos Jogos de Estocolmo 1912 foi apontado como um dos fatores principais para que a competição fosse retomada em 1920, mesmo com a Europa em frangalhos após I Guerra Mundial.
  8. Martin Klein (Rússia) e Alfred Asikainen (Finlândia), ao se enfrentaram pela semifinal da luta greco-romana categoria peso-médio, travaram um combate que durou quase 11 horas. Cansado, o vencedor Klein não teve como disputar a decisão e acabou sem o ouro no final.
  9. Na cerimônia de enceramento, o Barão de Coubertin praticamente anunciou Berlim como sede dos Jogos de 1916. No entanto, a Primeira Guerra Mundial estourou em 1914 e as Olimpíadas só voltariam a ser realizadas em 1920.
  10. Entre os esportes-demonstração apresentados em Estocolmo, a glíma certamente foi o mais curioso. Trata-se de uma espécie de luta islandesa, em que os oponentes se enfrentam em pé. A origem viking desse esporte facilitou para que os suecos aceitassem que fizesse parte do programa, embora não valesse medalhas.

VEJA TAMBÉM

10 Curiosidades sobre as Olimpíadas de Londres 1908

Curiosidades sobre as Olimpíadas de St. Louis 1904

História das Olimpíadas Paris 1900

História das Olimpíadas Atenas 1896