ESTILO DE VIDA

O que é sexismo e como podemos identificá-lo?

Você já deve ter ouvido falar em sexismo. Mas você sabe o que ele realmente significa?

None
Reprodução/Maria Ribeiro

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/06/2016 às 16:03
Atualizado às 15:30

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Meninas tem cabelo comprido, meninos tem cabelo curto. Meninas brincam de boneca, meninos de carrinho. Homens dirigem, mulheres cozinham. Foram muitas as vezes que já escutamos essas frases, certo? Mesmo que hoje em dia as coisas estejam mudando, não é difícil esbarrar em frases e ações sexistas.

O que é sexismo e como podemos identificá-lo?

Reprodução/Maria Ribeiro

Mas o que exatamente é o sexismo?

O sexismo por definição significa “o conjunto de ideias ou ações que discriminam ou privilegiam um indivíduo de acordo com o seu sexo, gênero ou orientação sexual“. Ou seja: é basicamente quando, em palavras ou atitudes, fica pré-determinado que um gênero é melhor do que outro, se baseando muitas vezes num senso comum.

Não é difícil identificar situações sexistas. Basta lembrar algumas coisas que mulheres já passaram no dia a dia, como por exemplo, no trânsito. O ditado “lugar de mulher é na cozinha, não no carro“, por exemplo, parte de um preceito sexista que tenta afirmar que mulheres tem mais habilidade nos afazeres domésticos do que dirigindo, o que por muitos anos foi considerado uma atividade essencialmente masculina.

O que é sexismo e como podemos identificá-lo?

Reprodução/Thaïs Gualberto Kisuki

Principalmente nos anos 50, quando as lutas pela emancipaçãofeminina ganharam bastante notoriedade, esse senso comum começou a ser mais questionado. Os homens, desde a infância, eram mais incentivados a participar da vida pública, enquanto as mulheres eram ensinadas a cuidar dos filhos e do lar. Mas com o tempo, esse cenário mudou muito! Hoje em dia são vários os “donos de casa“, e várias as mulheres que sustentam o lar trabalhando fora. Apesar disso, segundo o IBGE, as mulheres dedicam em média 27,7 horas semanais aos afazeres domésticos, enquanto homens dedicam apenas 11,2 horas por semana.

Desigualdade é o principal problema

Ainda há muito o que mudar, mas o sexismo atrapalha muitas mulheres na hora de alcançar seus sonhos. A desigualdade salarial está entre os problemas, já que no Brasil homens ganham quase 30% a mais que mulheres com a mesma idade e nível de instrução. A situação é um pouco pior para mulheres negras, que tem uma remuneração ainda menor, segundo o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Machismo é diferente de feminismo!

As palavras são parecidas, mas tem significados muito diferentes. O machismo é um conceito que defende que os homens são superiores às mulheres, partindo de atitudes e comportamentos que não aceitam a igualdade entre gêneros. O machismo também está enraizado na nossa sociedade, que foi criada de forma patriarcal, e por isso, as pessoas acabam reproduzindo esse preconceito em qualquer lugar do mundo.

Já o feminismo, ao contrário do que muitos pensam, não é o oposto do machismo, já que ele não prega a superioridade das mulheres. Por definição, ele é um movimento político, filosófico e social que defende a igualdade de direitos entre todos! Principalmente com relação ao acesso das mulheres nos espaços que sempre foram tidos como “masculinos”.

O que é sexismo e como podemos identificá-lo?

Reprodução/Blog coisas boas acontecem

Como identificar o sexismo?

Com o avanço do feminismo, mulheres conquistaram o direito ao voto, o acesso à políticas públicas, acesso às universidades, e até coisas mais bizarras, como o direito de dirigir, de usar calças e até biquínis! Várias dessas coisas eram consideradas masculinas ou proibidas para mulheres. Mas com o tempo, elas foram provando que tem o direito de usar o que quiserem!

Geralmente, é fácil encontrar o sexismo nas pequenas ou grandes coisas. Desde as ofensas no trânsito até nos “brinquedos para meninos e meninas”. Mas atualmente, o cenário vem mudando muito, e as conquistas das mulheres estão ajudando a construir uma sociedade cada vez melhor!