Desvendamos 12 mitos e verdades sobre a corrida. Confira!

Está pensando em começar a correr mas está cheia de dúvidas? Desvendamos 12 mitos e verdades para você correr sem grilos na cabeça.

None
FOTO: iStock e Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 27/09/2016 às 12:41
Atualizado às 12:04

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Está pensando em começar a correr, mas tem dúvidas se essa é a escolha certa para você? A melhor coisa a fazer é procurar por um profissional de educação física ou da área médica para que ele possa dar respostas corretas e aconselhá-lo a praticar a corrida da melhor maneira. Conversamos com especialistas para desvendar os mitos e verdades mais comuns dos corredores iniciantes.

Mulher correndo, atividades físicas

FOTO: Shutterstock

1- O impacto das pisadas na corrida prejudica o sistema esquelético.

VERDADE. Principalmente os joelhos e tornozelos. Mas hoje sabe-se que utilizar tênis adequados (de acordo com seu tipo de pisada), procurar uma boa orientação nos treinos, descansar e ter uma alimentação balanceada ajuda a diminuir as chances de lesões no sistema músculo esquelético.

2- Correr carregando pesos ajuda a melhorar o condicionamento físico.

MITO. Isso nunca deve ser feito. Os pesos desequilibram o corpo e forçam a corrida em uma postura que pode trazer diversos problemas, tais como: dores lombares, nos joelhos, nos tornozelos ou na articulação do quadril. São efeitos danosos que se não forem cuidados, podem transformar-se em dor incapacitante.

3- Fazer alongamentos antes de uma competição ou treino ajuda a melhorar o desempenho.

MITO, EM TERMOS. Na literatura nada se diz sobre alongamento prevenir lesões ou melhorar o desempenho, mas sabemos que alongar e fortalecer ajuda muito na preparação física do atleta, ajudando em seu rendimento. Um músculo forte e alongado absorve mais impactos (no caso da corrida) fazendo com que as articulações sofram menos.

Mulher correndo na praia

FOTO: iStock e Getty Images

 4- A falta de potássio é a principal causa das cãibras e comer banana ajuda a evitá-las.

MITO. A cãibra é causada pela falta de sódio e líquidos, associada a uma má condição física. O sódio é um mineral importante na iniciação dos sinais dos nervos e ações que levam ao movimento nos músculos. Por isso, um déficit desse elemento e de líquidos pode tornar os músculos sensíveis. Sob tais condições, uma leve tensão e um movimento subsequente podem fazer o músculo se contrair. Portanto, comer banana não evita a cãibra.

5- Os seios das mulheres que praticam corrida tendem a “cair”.

MITO. Desde que ela coloque um top que deixe os seios bem apertados, sem problemas.

6- Corrida faz a pele descolar do corpo.

MITO. O que ocorre é que, com o sol, a pele fica envelhecida, por isso recomendamos a utilização de protetor solar.

7- Mulheres têm mais problemas no joelho que os homens.

VERDADE. É uma questão anatômica. Elas têm os joelhos mais para dentro (valgo), o que as torna mais vulneráveis em relação às lesões do que os homens.

Homem e mulher correndo juntos, atividades físicas

FOTO: iStock e Getty Images

8- Gordinhos não podem correr.

MITO. Não só podem, como devem. Mas devem ser muito bem orientados, para prevenir lesões causadas em consequência do sobrepeso.

9- Cardíacos não podem praticar atividade física regularmente.

MITO. Podem, desde que acompanhados por um cardiologista e com todos exames em dia.

10-Correr ao ar livre é melhor do que na esteira.

MITO. As vantagens são relacionadas somente ao prazer de estar em um ambiente agradável e menos monótono. Dependendo do local, se houver subidas ou descidas, existe uma solicitação maior dos grupos musculares e um maior gasto energético, porém, isso também pode ser simulado na esteira, com as inclinações e com o aumento da velocidade.
Mulher correndo na esteira, atividades físicas

FOTO: iStock e Getty Images

11- Quem corre precisa fazer musculação.

VERDADE. A musculação prepara o músculo para receber a carga de treinamentos e suportar impactos.

12- Caminhar gasta mais calorias do que correr.

MITO. A corrida acarreta um gasto calórico maior, que, para ser igualado pela caminhada, porém, a mesma teria que ser feita por um período de tempo bem mais longo.
FONTE: Davi Dhomsi, especialista em Fisioterapia esportiva; Ricardo de Paula Leite Cury, ortopedista; Ricardo Vieira, educador físico
LEIA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.