ESTILO DE VIDA

A verdade sobre a maionese: vilã ou mocinha na dieta?

Existem várias controvérsias a respeito da maionese. Mas aqui explicamos que é possível incluir o alimento na dieta sem prejudicar a perda de peso!

None
Foto: Guilherme Andrade/Colaborador

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/03/2017 às 19:39
Atualizado às 11:07

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Um plano de emagrecimento saudável e eficiente deve conter todos os grupos alimentares, inclusive as gorduras, que podem ser encontradas nas sementes oleaginosas, em algumas frutas e até na maionese. O organismo precisa dessa fonte de energia para trabalhar de forma equilibrada e facilitar a perda de peso, uma vez que as gorduras boas favorecem na absorção de nutrientes e na eliminação de substâncias tóxicas.

De vilã à mocinha

Maionese caseira dentro de um pote

Foto: Guilherme Andrade/Colaborador

Feita a partir de óleos vegetais, a maionese (industrializada) contribui para que o organismo assimile substâncias essenciais como as vitaminas A, D, E e K, além de oferecer mais sabor e melhor textura para alguns pratos do dia a dia. “O produto comprado pronto não traz o risco de contaminação pela bactéria salmonela, que pode estar presente em maioneses caseiras pelo uso de ovos contaminados. Na maionese industrializada, os ovos utilizados são submetidos a um processo de pasteurização, que é um tratamento térmico capaz de matar as bactérias”, explica Carolina Paz, nutricionista do Rio de Janeiro (RJ). Sem contar que o produto contém gordura poli-insaturada, ácidos graxos e lipídios, nutrientes fundamentais que não são produzidos pelo corpo, ou seja, são conquistados apenas por meio da alimentação.

Na medida certa

Apesar de a maionese ter muitos benefícios, seu consumo deve ser moderado. “Incluir 2 colheres (sopa) de maionese ao dia, associada a uma alimentação saudável e à prática de atividades físicas não causará ganho de peso. Porém, lembre-se de optar pela versão light ou sem colesterol”, ressalta a nutricionista Juliana Alves Costa, do Rio de Janeiro (RJ). A maionese light contém cerca de 29 calorias a cada 1 colher (sopa), auxiliando em uma dieta hipocalórica. Já a com menos colesterol possui 16 calorias a cada 1 colher (sopa), além de ter menos gorduras saturadas, sódio e contribuir para manter os níveis de colesterol sob controle. “Você pode utilizar 1 colher (sopa) de maionese para fazer um molho para salada, substituindo o azeite”, sugere Carolina.

Receita da nutricionista

maionese de legumes em travessa branca

Foto: Rodrigo Moreira/Colaborador

Juliana Alves Costa elaborou uma receita especial para quem deseja aproveitar o delicioso sabor da maionese sem ganhar calorias extras. É um prato que vai muito bem na hora do jantar, por ser leve e muito saudável. Confira:

Salada de folhas com croutons de frango ao azeite

Tempere 2 peitos de frango em cubos com sal e pimenta-do-reino a gosto. Passe o frango em 2 ovos batidos e, em seguida, envolva em 2 colheres (sopa) de queijo parmesão light ralado, 2 colheres (sopa) de farinha de trigo e 2 colheres (sopa) de farinha de linhaça misturados. Coloque o frango em uma fôrma untada, regue com 1 fio de azeite e leve ao forno médio, preaquecido, até dourar. À parte, misture 3 colheres (sopa) de maionese light, 1 colher (sopa) de azeite e 1 colher (sopa) de suco de limão até obter um creme. Adicione 1/2 dente de alho picado, 1 colher (sopa) de salsinha picada, sal e pimenta-do-reino a gosto. Deixe descansar na geladeira. Para a salada, faça uma camada com folhas verdes variadas e, sobre elas, disponha 10 tomates-cerejas cortados ao meio. Jogue os croutons de frango e regue com o molho. Sirva.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Juliana Alves Costa, nutricionista da NutraSaúde, do Rio de Janeiro (RJ), (21) 7823-7557,  www.nutrasaude.ntr.br; Carolina Paz, nutricionista da SNC (Sports Nutrition Center), do Rio de Janeiro (RJ), (021) 2421-7544, www.sncshop.com.br

LEIA TAMBÉM