ESTILO DE VIDA

Carboidratos e proteínas: saiba como eles podem contribuir para sua saúde

Para ter a saúde sempre em dia, é muito importante que nossa dieta possua carboidratos e proteínas. Saiba mais sobre esses dois nutrientes

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/01/2017 às 17:27
Atualizado às 17:04

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Os carboidratos e proteínas são dois elementos essenciais e básicos que devem ser consumidos diariamente em todas as refeições, principalmente por quem deseja investir em uma alimentação equilibrada. Os carboidratos, por exemplo, são fontes imediatas de energia para o cérebro e o sangue. Já as proteínas são essenciais para os músculos e a defesa do organismo. Por isso, uma dieta que restringe um deles ou que traz um consumo em excesso pode resultar em problemas à saúde, já que, para o bom funcionamento do corpo, é necessária a ingestão de todos os grupos alimentares e nutrientes.

Pra com carboidratos e proteínas

Foto: Shutterstock.com

Proteínas

De acordo com a nutricionista Patricia Davidson, as proteínas são macromoléculas fundamentais para todos os tecidos, nervos, músculos, órgãos, pele, cabelos, unhas, anticorpos e até para alguns hormônios do corpo, como a insulina do pâncreas, que regulariza a glicose do sangue, e a tiroxina da tireoide, que controla o metabolismo.

Há dois tipos de proteína: a de origem animal, encontrada nas carnes de mamíferos, aves, pescados, e a vegetal, presente em leguminosas secas, como feijões, ervilha, grão-de-bico, além de cereais integrais. O ideal é que ela seja consumida em todas as refeições, pois ajuda a controlar os níveis de glicose (açúcar do sangue). “As proteínas devem significar por volta de 15% das calorias diárias. De acordo com a Associação Dietética Americana e a Organização Mundial da Saúde (OMS), esse consumo deve girar em torno de 50 a 75 gramas por dia para as mulheres e de 75 a 100 gramas para os homens”, informa Patricia.

Carboidratos

Já os carboidratos são essenciais para a sobrevivência, pois é através da energia fornecida por eles que o organismo desempenha suas funções vitais. “Sem contar que são primordiais para o funcionamento do sistema nervoso central e importantes na função intestinal”, afirma a médica nutróloga Suzete Motta. Eles podem ser classificados como simples e complexos. Os simples aparecem nos doces e nas massas, e são rapidamente digeridos. Já os complexos são geralmente associados a fibras, por isso têm digestão mais lenta.

A quantidade recomendada é de 50% a 60% da ingestão total de calorias. Por isso, dietas que restringem o carboidrato podem ser prejudiciais. “A eliminação completa de carboidratos ou um consumo muito limitado leva à cetose, uma condição metabólica que pode provocar tontura, náuseas, dor de cabeça, halitose, dores no corpo, dificuldade de concentração e fraqueza. Além disso, a ingestão reduzida de fibras alimentares pode causar prisão de ventre”, explica o médico nutrólogo Aloizio Faria de Souza.

Texto: Paola Patriarca | Consultoria: Aloizio Faria de Souza, médico nutrólogo; Patricia Davidson, nutricionista; Suzete Motta, médica nutróloga.

LEIA TAMBÉM