ESTILO DE VIDA

Brincadeiras sensoriais: 9 ideias para fazer com as crianças em casa

Fáceis de fazer, as brincadeiras sensoriais ativam a criatividade e interesse em descobrir formatos, sons e cores entre os pequenos

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 26/05/2020 às 12:52
Atualizado às 16:26

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Crianças em casa? Esse pode ser um desafio complexo e que requer muita paciência e organização. Afinal, com o passar do tempo, mesmo com o tempo dedicado aos estudos, sempre sobram várias horas para entreter os pequenos com atividades criativas. Se você já esgotou suas ideias e nem os brinquedos são mais atrativos, saiba que ainda existem opções simples de brincadeiras sensoriais, que deixam o caminho aberto para a imaginação.

Ao invés dos jogos e produtos cheio de luzes, sons e outros comandos automáticos, a sugestão é apostar nos passatempos que estimulam os sentidos da criançada, desenvolvendo a curiosidade e a coordenação motora fina. Fáceis de fazer, eles não precisam ser comprados, pois podem ser criados, reutilizando materiais ou coletando elementos da natureza.

Panelas, colheres de pau, folhas, flores, galhos, conchas e lã são alguns exemplos que podem ser aproveitados para ampliar o repertório dos pequenos. Além de ser um divertimento que pode ser feito em família, esses objetos colaboram para um progresso cognitivo e motor.

Diferente dos eletrônicos, que funcionam praticamente sozinhos, as brincadeiras sensoriais ativam o interesse em descobrir formatos, sons e cores – experiência mais rica do que simplesmente apertar botões. A intenção é oferecer um novo mundo de conhecimentos e vivências.

A importância das atividades sensoriais na educação infantil

A professora da Educação Infantil do Colégio Marista Santa Maria, Ana Caroline Novellos, lembra que, ao disponibilizar tempo para a preparação de alguma brincadeira ou atividade, as crianças têm muito a ganhar: “estimulamos a imaginação, autonomia, noções espaciais, criatividade, comunicação e demais habilidades primordiais que contribuem para a ampliação do repertório e aquisição de novas aptidões”.

Explorar materiais diversificados contribuem ativamente para o desenvolvimento cognitivo, linguístico, motor e emocional dos pequenos. “Devemos promover experiências sensoriais, pois assim estamos contribuindo para que eles se tornem adultos ativos, criativos e corajosos”, conclui.

Aprenda a fazer brincadeiras sensoriais

O brincar é essencial para estimular diversas habilidades na infância. Construir o próprio brinquedo tem um gosto especial para as crianças, especialmente se for na companhia dos pais, irmãos e amigos.

1. Pintura criativa

Gravetos, pedras e folhas podem servir como pincéis diferentes para a hora da pintura com tinta guache. Caso queira tornar a experiência ainda mais prazerosa para o pequeno, basta deixá-lo que ele crie suas próprias obras com as mãos, usando os dedos e pés.

2. Movimento de pinça

Uma boa forma de aprimorar a coordenação motora fina das crianças é com atividades que promovam movimentos delicados de pinça. Basta utilizar uma bandeja de ovo (como base), dados, botões, pedacinhos de EVA picados e itens que sirvam como pinça para “pescar” os objetos. Pode ser o pegador de salada ou macarrão ou grampos de roupa. O objetivo é preencher a bandeja com os itens e organizá-los conforme a cor, textura, tamanho ou grupo.

3. Casinha de livros

Montar castelos e casas com livros estimula a criatividade e o equilíbrio dos pequenos. Além de servir para muitas outras brincadeiras, com carrinhos e bonecos e o que mais a imaginação mandar. Imagina que incrível montar um castelo usando apenas esses objetos.

4. Torre de potinhos

Embalagens vazias de iogurte, margarina e outros alimentos são ótimos para montar uma torre. O desafio é equilibrar o máximo de potes, treinando a concentração e estratégia, além de ajudar o meio ambiente, reutilizando materiais que iriam para o lixo.

5. Bacia de água

Quer despertar a curiosidade da criança com as brincadeiras sensoriais? Então, separe dois baldes, um com água e o outro vazio. Dê uma espoja para o pequeno e peça para que ele transfira todo o líquido de um recipiente para o outro, usando apenas o item. Para tornar ainda mais divertido, coloque um pouco de detergente, assim várias bolinhas vão surgir ao longo do tempo.

6. Lãs em gravetos

Essa é uma atividade bem interessante, pois trabalha com decoração e a sensação de conquista. Recolha alguns galhos de árvore e separe vários novelos de lãs coloridos. Mostre para a criança como ela pode enrolar o fio ao longo do graveto, criando arranjos bem diferentes e que podem ficar expostos no quarto ou sala.

7. Caixa de gelatina

Para aprimorar o paladar das crianças, faça várias gelatinas coloridas e corte-as em cubos. Coloque-as em um refratário grande de plástico, misturando os tons. Entre elas, acrescente alguns pedaços de frutas, como morango, uva, banana e kiwi. Com a mão ou uma colher, deixe que eles se divirtam, tentando encontrar cada coisa e saboreando vários gostos diferentes ao mesmo tempo.

8. Carimbos naturais

Essa é uma ideia antiga, que provavelmente até os papais já fizeram. Pegue uma cenoura, batata ou pimentão e crie formas, cortando alguns pedaços. Quem tem mais habilidade e destreza, consegue fazer corações, estrelas, linhas. Depois, peça para a criança mergulhar na tinta apenas a extremidade. Pronto! Ela já pode carimbar várias folhas de papel.

9. Cortina sensorial

Essa é uma das brincadeiras sensoriais que requer mais tempo e espaço. Para cria-la, basta reunir várias garrafas pet, de diversos tamanhos, cores e modelos. Depois, com fitas ou lã colorida, amarre uma das extremidades do objeto e pendure em algum local, fazendo uma verdadeira cortina lúdica. Pinte os produtos com tinta, use papéis, qualquer coisa que tenha em mãos e coloque todos em sequência, com proporções e disposições variadas.

Leia também: