Conheça seus direitos nas trocas de produtos

Você comprou algo pela internet ou pessoalmente e quer devolver? Conheça os seus direitos nas trocas de produtos e não seja enganado!

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/09/2016 às 17:12
Atualizado às 18:32

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Se você buscar informações sobre as mais variadas lojas na internet certamente vai encontrar algum depoimento de alguém insatisfeito com sua compra. Um dos principais motivos para reclamação se refere à troca ou devolução do que foi comprado, seja pela internet ou em lojas físicas. É comum ter dúvidas sobre a possibilidade de devolver ou trocar algumas mercadorias, pois as regras são diferentes para itens comprados na internet e pessoalmente. Diante disso, conheça seus direitos nas trocas de produtos e não seja enganado!

mulher no computador com o cartão de crédito na mão e compras ao redor

FOTO: Shutterstock

Internet

Nesse tipo de compra o cliente não visualiza o item pessoalmente, por isso, a legislação determina e garante prazo para arrependimento e solicitação de outro produto ou reembolso.

Seus direitos nas trocas em lojas físicas

Já a substituição (ou recebimento do dinheiro de volta) nas compras em loja física só é assegurada pelo Código de Defesa do Consumidor quando há defeito no produto e não ocorre o reparo. Portanto, as trocas somente serão obrigatórias nesses casos, ficando a critério da loja realizá-la ou não.

Tempo para troca dos produtos

Os fornecedores e fabricantes têm até 30 dias a partir da reclamação para resolver o problema. O código do consumidor prevê, ainda, prazo de 30 dias para o cliente reclamar em casos de bens não duráveis (como alimentos, por exemplo). Para bens duráveis, que são aqueles utilizáveis por mais tempo (como móveis, eletrodomésticos, carro e roupas), o prazo é de 90 dias contados a partir da entrega efetiva do produto ou do término da execução dos serviços.

Atenção! Em todos os casos é importante ter em mãos a nota fiscal do produto: exija-a sempre!

LEIA MAIS: