Maestrina, pianista e compositora: conheça Chiquinha Gonzaga

Chiquinha Gonzaga, mais do que pelo talento, se tornou referência também ao alcançar destaque em um ambiente dominado exclusivamente por homens no seu tempo

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 03/10/2016 às 13:31
Atualizado às 18:36

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Nascida no Rio de Janeiro em 1847, Chiquinha Gonzaga ajudou, com suas obras, a definir os rumos da música brasileira propriamente dita, e foi essencial na consolidação desta no início do século XX. Conheça um pouco mais dessa importante compositora, pianista e maestrina brasileira!

Chiquinha Gonzaga, cabeça apoiada na mão, retrato, preto e branco

Chiquinha Gonzaga é uma das poucas mulheres brasileiras que conseguiram se destacar no cenário musical de seu tempo. FOTO: Reprodução/Wikimedia Commons

Talento precoce e fama eterna

Ainda pequena apendeu a tocar piano. A polca – ritmo musical oriundo da República Tcheca – Atraente marcou sua estreia como compositora. Chiquinha Gonzaga musicou dezenas de peças de teatro ao longo de sua carreira de maestrina. Ô abre alas, a popular marchinha carnavalesca, é uma de suas obras.

Importância

Ousada ao compor, publicar e tocar músicas no piano – o que era fato inédito para as senhoras na época – Chiquinha também foi responsável por fundar, em 1917, a primeira sociedade protetora e arrecadadora de direitos autorais do país, a Sociedade Brasileira de Autores Teatrais.

LEIA TAMBÉM

Texto: Nathália Piccoli Edição: João Paulo Fernandes