Circuncisão: entenda como surgiu esse ritual cirúrgico

A circuncisão é um dos mais antigos procedimentos cirúrgicos. A cerimônia, em algumas culturas, representa a entrada de um jovem para um clã.

None
Ilustração: Marceleza

por Redação Alto Astral
Publicado em 27/09/2016 às 13:02
Atualizado às 18:33

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Na lista dos mais antigos procedimentos cirúrgicos, a circuncisão surgiu como uma prática cerimonial que marcava a passagem de meninos e meninas para a vida adulta em comunidades lá dos tempos da Antiguidade.

ritual circuncisão

Ilustração: Marceleza

As primeiras operações dos órgãos genitais determinadas por razões sociais ou religiosas aparecem entre os egípcios e em algumas tribos etíopes, sendo posteriormente incorporadas aos costumes de muçulmanos e judeus.

Qual o intuito da circuncisão?

Sua função era simbolizar força diante da dor, uma vez que, na maioria das vezes, era feita sem anestesia. A tortura física e algumas formas de privação adotadas entre os grupos secretos responsáveis pela emancipação desses jovens, serviam para fortalecer os rapazes, preparando-os para as dificuldades da vida.

Em algumas culturas, como a africana, a circuncisão ainda hoje confere ao homem uma identidade grupal. É por ela que ele é reconhecido como membro do clã ou da sociedade a que pertence. Nas mulheres, a retirada parcial ou total do clitóris representa, além da passagem para a fase adulta, a manutenção da honra, como garantia de pureza e virgindade para o matrimônio.

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Edição: Érica Aguiar Arte: Guilherme Laurente