5 dicas para pintar e renovar o quarto das crianças!

Quer pintar e renovar o quarto das crianças? Trouxemos 5 dicas para que você faça isso de forma de forma saudável e estimulante!

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/09/2016 às 19:20
Atualizado às 17:01

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Pintar o quarto de uma criança pode ser trabalhoso, pois além de escolher tintas que não provoquem alergia, optar pela cor certa, e esperar o tempo de secagem, corre-se o risco de, depois de pronto, a criança brincar de ser artista, riscar todas as paredes e você ter que começar tudo de novo. Veja, então, 5 dicas das arquitetas Mariane Prá e Karine Ghizzo, do escritório catarinense Traço 3D, de como pintar o quarto das crianças de forma segura e estimulante.

quarto de bebê azul com móveis brancos e brinquedos no chão

Foto: iStock.com/Getty Images

1 – Fique de olho na composição

Algumas tintas possuem pigmentos à base de metais pesados ou esmaltes com alto teor de compostos orgânicos voláteis (COV) que são prejudiciais à saúde da criança. “Dê preferência a produtos com baixo COV e livres de metais pesados”,  alerta  a arquiteta Mariane Prá.

2 – Opte pela água

O odor por tempo prolongado é sempre um ponto preocupante, uma dica para evitar esse problema é escolher as tintas acrílicas à base de água, “a aplicação é mais fácil e a secagem, rápida”, destaca Karine Ghizzo.

3 – Para os pequenos artistas

Para as crianças que gostam de rabiscar paredes, fazer um quadro negro com tinta acrílica fosca é sempre uma alternativa.

4 – Limpando a sujeira

“Usar tinta lavável é uma boa alternativa para diminuir a necessidade de repintura das paredes.  Esse produto permite limpar manchas difíceis como ketchup, chocolate, lápis de cor, giz de cera, entre outras”, ressalta Mariane.

5 – Colorindo o quarto das crianças

“Não devemos usar somente cores fortes ou vibrantes; ou só neutras e pasteis”, comenta Karine Ghizzo. Os tons extremos estimulam a criatividade e os neutros transmitem tranquilidade, “por esse motivo temos que aplicar as duas moderadamente”, completa.

LEIA TAMBÉM

Texto: Ana Castilho/Colaboradora | Consultoria: Mariane Prá e Karine Ghizzo, arquitetas do escritório catarinense Traço 3D

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.