As 36 perguntas que prometem fazer você se apaixonar!

O questionário é fruto de um experimento de 1997 sobre intimidade

Conheça o questionário desenvolvido por Arthur Aron
Conheça o questionário desenvolvido por Arthur Aron - Shutterstock

por Giovana Meneguin
Publicado em 04/07/2021 às 22:00
Atualizado às 22:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Que atire a primeira pedra quem não gostaria de uma receitinha mágica para se apaixonar e ter um crush para chamar de seu, especialmente nesses dias frios. No Google, a pergunta "como se apaixonar" tem quase 10 milhões de resultados, estando entre as mais buscadas na plataforma. Contudo, talvez exista, sim, uma solução para essa questão.

Em 1997, o psicólogo Arthur Aron desenvolveu, junto de outros pesquisadores, um estudo, intitulado The Experimental Generation of Interpersonal Closeness: A Procedure and Some Preliminary Findings (Geração Experimental de Proximidade Interpessoal: Um Procedimento e Algumas Descobertas Preliminares, em tradução livre) cujo objetivo era fazer com que as pessoas criassem intimidade. Através de uma série de perguntas que expõe a vulnerabilidade de cada um, os cientistas buscaram entender a forma pela qual laços são estreitados. 

Mas, embora a proposta do experimento fosse estudar a evolução da proximidade entre os indivíduos, curiosamente, seis meses após a realização da pesquisa, dois dos participantes subiram ao altar! De acordo com o próprio Aron, em entrevista para a revista Wired, em 2010, até então o casal ainda estava junto.

O estudo voltou a chamar atenção em 2015 por conta de um artigo publicado no The New York Times, da autora Mandy Len Catron. Em seu texto, Catron conta como foi impactada pela pesquisa e relata sua experiência respondendo às questões com um parceiro. No entanto, vale mencionar que ela não seguiu à risca as instruções do experimento.

Originalmente, o estudo propõe que os pares sejam completamente desconhecidos e a experiência seja realizada em um laboratório. Além disso, é recomendado dedicar 45 minutos às perguntas, sendo 15 minutos para cada uma das partes. Ambos participantes devem ler as questões em voz alta e responder a todas.

Abaixo, confira (por sua própria conta e risco) o questionário elaborado por Arthur Aron e traduzido pelo The New York Times!

Parte I

  1. Se você pudesse escolher qualquer pessoa do mundo, quem você iria querer como convidado para um jantar?
  2. Você gostaria de ser famoso? De que forma?
  3. Antes de fazer um telefonema, você costuma ensaiar o que vai dizer? Por quê?
  4. O que constitui um dia “perfeito” para você?
  5. Quando foi a última vez que você cantou sozinho? E para outra pessoa?
  6. Se você viver até os 90 anos e se pudesse escolher entre manter o corpo ou a mente dos seus 30 pelos últimos 60 anos de sua vida, qual escolheria?
  7. Você tem algum pressentimento sobre como você vai morrer?
  8. Cite três coisas que você e seu (sua) parceiro(a) parecem ter em comum.
  9. Pelo que você se sente mais grato em sua vida?
  10. Se você pudesse mudar algo sobre a forma como foi criado, o que seria?
  11. Conte ao seu parceiro/ sua parceira, em quatro minutos, a história de sua vida da maneira mais detalhada possível.
  12. Se você pudesse acordar amanhã com uma qualidade ou habilidade nova, qual seria?

Parte II

  1. Se uma bola de cristal pudesse revelar a verdade sobre você mesmo, sua vida, seu futuro ou qualquer outra coisa, o que você gostaria de saber?
  2. Há algo que você sonha em fazer há muito tempo? Por que ainda não o fez?
  3. Qual é a maior realização da sua vida?
  4. O que você mais valoriza em uma amizade?
  5. Qual é a sua lembrança mais preciosa?
  6. Qual é a sua lembrança mais terrível?
  7. Se você soubesse que em um ano você irá morrer subitamente, você mudaria alguma coisa sobre a forma como está vivendo agora? Por quê?
  8. O que a amizade significa para você?
  9. Que papel o amor e a afeição desempenham em sua vida?
  10. Alternando as respostas, diga cinco coisas que você considera características positivas do seu (sua) parceiro(a). Mencione um total de cinco características.
  11. O quanto a sua família é próxima e afetuosa? Você sente que sua infância foi mais feliz que a de outras pessoas?
  12. Como você se sente sobre o relacionamento com a sua mãe?

Parte III

  1. Faça três declarações cada um, usando fatos verdadeiros e “nós dois” na mesma frase. Por exemplo, “Nós dois estamos nesta sala sentindo...”
  2. Complete a frase: “Eu gostaria de ter alguém com quem eu pudesse dividir...”
  3. Se você fosse se tornar um amigo próximo de seu (sua) parceiro(a), compartilhe o que seria importante que ele ou ela soubesse.
  4. Diga a seu (sua) parceiro(a) o que você gosta nele; seja bem honesto desta vez, dizendo coisas que você não diria a alguém que tivesse acabado de conhecer.
  5. Compartilhe com seu (sua) parceiro(a) um momento embaraçoso de sua vida.
  6. Quando foi a última vez que você chorou na frente de outra pessoa? E sozinho?
  7. Diga a seu (sua) parceiro(a) algo que você já gosta nele(a).
  8. O que você acha sério demais, se é que há algo, que nunca deveria ser motivo de chacota ou piada?
  9. Se você fosse morrer esta noite sem ter a oportunidade de se comunicar com ninguém, do que você se arrependeria de não ter dito? Por que você ainda não disse isso a essa pessoa?
  10. Sua casa, com tudo o que você possui, pega fogo. Depois de salvar todas as pessoas e animais, você tem tempo para uma volta final, com segurança, para salvar qualquer outro objeto. O que seria? Por quê?
  11. De todas as pessoas da sua família, a morte de quem você consideraria mais arrasadora?
  12. Compartilhe um problema pessoal e peça o conselho de seu (sua) parceiro(a) sobre como ele(a) lidaria com isso. Também peça a seu (sua) parceiro(a) para descrever a impressão dele(a) de como você parece se sentir quando fala sobre o problema que escolheu.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.