Pulgas e carrapatos: conheça os perigos para a saúde do seu pet

Fique por dentro sobre os mitos e verdades para proteger o seu bichinho de estimação

Cachorro e gato pode ter pulgas e carrapatos
Cachorro e gato pode ter pulgas e carrapatos - Shutterstock

por Baárbara
Publicado em 18/03/2021 às 20:00
Atualizado às 20:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quem tem animal de estimação em casa sabe que um problema muito comum, especialmente em épocas de mais calor, são as pulgas e os carrapatos. Esses parasitas se proliferam em qualquer lugar, até em centros urbanos, e podem trazer problemas de saúde não só para os animais como também para os humanos.

Os cães têm mais hipóteses de serem hospedeiros desses parasitas externos, uma vez que eles passam mais tempo fora de casa e interagem com outros cachorros. Entretanto, isso não significa que os gatos não estejam sujeitos a pegarem pulgas e carrapatos, já que esses parasitas podem estar na roupa dos tutores e infestar o ambiente.

Com as pulgas, por exemplo, que têm quatro estágios de desenvolvimento e somente o último é que infesta o animal, tratamentos de longa duração com antipulgas, como o da Bravecto. O ciclo de vida delas pode durar 90 dias, isso significa que qualquer descuido durante esse tempo, pode deixar os pets expostos à reinfestação.

Se engana quem acha que esses parasitas afetam somente os animais. Eles podem causar doenças em pessoas também.

Confira algumas doenças graves que podem afetar tanto cachorros quanto gatos:

Babesiose

Conhecida como doença do carrapato, ela é transmitida pelo carrapato marrom quando entra em contato com o sangue do cachorro. Uma vez contaminado, os glóbulos vermelhos do animal são destruídos, deixando ele fragilizado e suscetível a outras doenças.

Erliquiose

Essa doença também é transmitida pelo carrapato marrom que se contamina ao picar um pet infectado e, ao picar um animal sadio, transmite a doença. E uma vez que a bactéria entra na corrente sanguínea ela destrói as células brancas e com isso há uma supressão do sistema imunológico, levando o animal à morte.

Febre maculosa

Com gravidade variável, essa doença é transmitida pelo carrapato-estrela e também pode afetar os humanos. Febre alta, dificuldade de respirar e vômito são os sintomas mais comuns, e em alguns casos, a doença pode ser fatal.

Doença de Lyme

Essa é mais uma doença que é transmitida pelo carrapato e afeta tanto os pets quanto os humanos. Ela atinge pele, sistema nervoso, coração e articulações. Se não for tratada a tempo, ela pode ser fatal.

Mito x Verdade

Ao ver o pet se coçando sem parar, alguns donos podem entrar em desespero. Mas nem sempre há motivo para preocupação e na dúvida lembre-se que prevenir é sempre a melhor opção. 

Pulgas são facilmente visíveis?
Mito: as pulgas, apesar de ficarem visíveis quando estão andando sobre a pele do animal, são muito pequenas - oito pulgas enfileiradas somam 2,5 cm.

Pulgas são preguiçosas e espertas?
Verdade: elas ficam sempre em frente a uma fonte de luz esperando os cães e gatos passarem. Ao perceberem uma sombra bloqueando a luz, pulam para um outro hospedeiro.

As pulgas de cachorros são mais comuns?
Mito: a pulga mais comum no cão é a pulga do gato. Os felinos também podem se infestar com as pulgas do cachorro, mas é mais raro.

Pulgas são rápidas?
Verdade: as fêmeas começam a depositar os ovos cerca de 24 horas após começarem a se alimentar de sangue e podem depositar cerca de 2 mil ovos durante sua vida.

Pulgas disseminam infestações nos pets?
Verdade: elas se acasalam e produzem os ovos enquanto estão no animal. Depois disso, eles caem no ambiente e em seis dias os ovos eclodem em larvas.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.