Como tirar o documento de identidade do seu pet?

O Registro Geral do Animal (RGA) é um serviço exclusivo para os animais de estimação e deve ter o número preso às coleiras para identificação

Saiba como emitir o documento para o seu pet
Saiba como emitir o documento para o seu pet - Shutterstock

por Thaís Lopes Aidar
Publicado em 23/11/2021 às 09:00
Atualizado às 09:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Pensar que os pets podem ter um RG pode ser bastante fofo, né? Afinal, logo imaginamos uma foto fofa do nosso bichinho e a patinha carimbada como assinatura. Mas você sabia que, de fato, existe um documento exclusivo para os animais de estimação? Ele se chama Registro Geral do Animal (RGE) e pode ser feito nos Centros de Controle de Zoonoses (CCZ) ou em estabelecimentos veterinários credenciados pela prefeitura, dependendo de onde o tutor mora. 

Do que precisa?

Segundo instruções emitidas pelas prefeituras, alguns documentos do responsável pelo pet são necessários para a emissão do RGA, bem como atestados complementares do veterinário que cuida do bichinho. Veja quais são: 

  • CPF (Cadastro de Pessoa Física) e RG (Registro Geral) do tutor;
  • Comprovante de residência do tutor, como contas de consumo (água, luz, etc);
  • Atestado de vacina antirrábica (contra raiva) emitida por um médico veterinário particular ou comprovante de aplicação do CCZ, com expedição máxima de 12 meses. 

Emitindo o RGA

Depois de apresentar os documentos necessários, se tudo estiver certo, o RGA será emitido, gerando um número único e intransferível para o animal em formato de plaqueta. Como se trata de um código permanente para aquele bichinho, caso você perca o RGA, basta solicitar uma segunda via que terá o mesmo número da anterior. 

Para garantir ainda mais segurança para o animal, os órgãos regionais pedem que a placa de identificação seja colocada junto à coleira do animal. Além disso, recomenda-se também colocar nome e telefone do tutor, pois, em caso de perda, será mais fácil encontrar o pet. 

Ah, lembre-se ainda que a emissão pode variar de acordo com a cidade onde você e o pet residem, ok? Por isso vale ficar de olho nos sites oficiais das prefeituras para garantir sempre informações corretas e atualizadas. Em São Paulo, por exemplo, o RGA já pode ser exibido também de forma online. 

Fonte:Prefeitura Municipal de São Paulo

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.