10 cuidados essenciais com os pets no inverno

Muito além da roupinha da frio! Saiba como tomar conta do seu melhor amigo

Cuidados especiais com os pets no inverno!
Cuidados especiais com os pets no inverno! - Shutterstock

por Beatryz Gaia
Publicado em 26/06/2021 às 18:00
Atualizado às 18:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

No inverno, é de praxe termos cuidados específicos com a nossa saúde. Mas, é claro, com os nossos pets não poderia ser diferente! Porém, não estamos falando apenas de roupinhas de frio, não, ok? Assim como nós, os animais precisam de atenção redobrada e de uma rotina adaptada durante a estação mais gelada do ano.

Sendo assim, nada melhor do que saber cuidar corretamente do seu melhor amigo de quatro patas, não é mesmo? Com a ajuda de Natália Lopes, médica veterinária e gerente de comunicação científica da Royal Canin®️, confira 10 dicas e cuidados com os animais de estimação neste período de friaca:

Ir ao veterinário

Levar o seu amigo para uma consulta com o veterinário no início da estação é essencial para ficar a par da saúde do seu pet. Com a queda nas temperaturas, o sistema imunológico dos pets pode ficar mais suscetível a doenças.

Aproveite também a oportunidade apara checar se o seu animal está com as vacinas em dia, e não se esqueça de fazer exames de rotina anualmente.

Preste atenção na vacinação

Você sabia que os animais podem pegar gripe? Inclusive, é essencial garantir que todas as vacinas estejam em dia: os cães podem tomar a vacina contra Gripe Canina. Já para os gatos, a vacina mais importante no inverno é a Quádrupla Felina. Fique de olho!

Sensação térmica

É preciso ficar atento aos sinais de que o cão ou gato possa estar passando frio. Tremores visíveis, encolhimento, patas levantando repetidamente ou tentativa constante de recolhê-las podem ser características que mostram que o animal não está confortável com a temperatura.

A dica da especialista é: se a temperatura estiver muito fria para você, o mesmo valerá para o seu bichinho.

Uso de roupinhas

Dependendo das características do seu pet, o uso de roupas de frio poderá, sim, amenizar a sensação térmica das baixas temperaturas, porém, é importante ficar atento à reação do animal. A veterinária aponta que gatos, por exemplo, dificilmente ficam confortáveis com o uso de roupinhas. Nesses casos, o certo é respeitar o espaço do animal e buscar por outras alternativas de aquecimento.

Outro ponto importante sobre o uso de roupas é manter os pelos do seu pet livres de nós que podem aparecer com o atrito. Levando isso em conta, nada de uso contínuo. Escove seu amigo diariamente e aproveite este momento para estreitar seus laços com ele.

A cama ideal

É importante deixar que o pet possa escolher o ambiente onde ele se sinta mais confortável. No entanto, mantenha a caminha que ele está acostumado e procure colocar uma coberta ou manta para que o local fique o mais aconchegante possível para ele.

Cuidados com pets idosos

Independente da idade, os cuidados com os amigos de quatro patas devem ser regulares, com check-ups periódicos e cuidados preventivos, como a já citada vacinação.

Ainda assim, para os idosos, Natália aconselha garantir um ambiente com o conforto térmico necessário e observar qualquer mudança de comportamento. Caso o pet demonstre condutas fora do comum, leve-o para um centro veterinário.

Hora da refeição!

Sabe quando bate aquela sensação de mais fome no inverno? Para os pets, essa máxima não é válida. De acordo com a veterinária, nutricionalmente eles não precisam de mudanças na alimentação, por isso, não é necessário aumentar a quantidade de ração. Sempre respeite a recomendação do veterinário ou as orientações do frabricante presentes na embalagem do alimento.

Também vale evitar dar petiscos e alimentos de consumo humano, para não interferir na dieta e não haver riscos de sobrepeso ou até mesmo intoxicação alimentar no bichinho.

Prática de exercícios

Mesmo que o seu pet seja preguiçoso, não deixe de estimula-lo a fazer exercícios.

Lembre-se: atividades também contam como momentos de lazer, que são super importantes tanto para o animal quanto para o dono.

Deixe seu pet hidratado

Ofereça água e também deixe-a sempre disponível. Mesmo no inverno, é importante incentivar os animais a beberem água para garantir a hidratação. Espalhe tigelas pela casa e inclua na dieta do pet alimentos úmidos, como os tradicionais sachês, eles garantem que os peludinhos tenham uma boa ingestão hídrica e nutricional.

Mesmo no frio, o banho é essencial

A profissional recomenda diminuir a frequência de banhos nessa estação. Portanto, opte por banhar o animal apenas nos dias mais ensolarados, em que a temperatura estará um pouquinho mais agradável.

Importante: no inverno, a lavagem deve ser com água morna e seguida de uma secagem bem feita!

Fonte: Natália Lopes, médica veterinária e gerente de comunicação científica da Royal Canin®️.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.