O que é a taxa Selic e como ela afeta a sua vida?

A Selic é vista como a taxa básica de juros da economia, mas você sabe como funciona e de que maneira pode impactar seus investimentos?

None
A Taxa Selic é importante na hora de definir os investimentos (FOTO: iStock/Getty Images)

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/08/2017 às 17:29
Atualizado às 14:36

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A Taxa Selic – ou Sistema Especial de Liquidação e Custódia – é a taxa de financiamento no mercado interbancário para operações que duram 24 horas e possuem lastro (garantia) em títulos públicos federais. Ou seja, trata-se de um “termômetro do mercado”. A cada reunião, o Comitê de Política Monetária (Copom) decide se irá reduzir, manter ou elevar este número. Na última vez, em 26 de julho, devido aos recentes acontecimentos da economia, a taxa sofreu um redução de 1%, sendo estabelecida em 9,25%.

Como funciona o esquema de negociação?

O sistema bancário é o de reservas fracionárias. Desta forma, todos os bancos são obrigados, por lei, a manter uma reserva do valor depositado por um cliente. O governo sempre estabelece um percentual que os bancos têm que manter depositado junto ao Banco Central para garantir a credibilidade do funcionamento do sistema.

Todos os dias, milhares de operações bancárias são realizadas: saques, transferências, depósitos, etc. Assim, é possível que um banco termine o dia com um valor menor ou maior em suas reservas do que o determinado pelo Banco Central.

Há duas opções para alcançar o montante determinado: pedir um redesconto (prática menos utilizada) ou emprestar de outro banco que terminou o dia com as reservas acima do necessário. Por lei, o empréstimo precisa ser pago no dia seguinte. Como garantia, o banco devedor oferece os títulos adquiridos com o Tesouro Nacional. E a taxa de juros utilizada neste empréstimo é a Selic.

A Selic afeta a inflação?

O Banco Central é responsável por determinar a taxa da Selic e realizar as operações de compra e venda dos títulos para manter a meta de juros do mercado interbancário. Quando pretende alterar a base monetária do país, utiliza o segundo método. Por isso, é uma forma encontrada para reduzir a inflação (grande oferta de moeda). Na medida em que eleva a taxa de juros, eleva o custo do dinheiro e, assim, há menos em circulação. Com isso, há uma redução na demanda e os preços tendem a ser represados e reduzidos. No entanto, a medida é lenta e gradual.

As consequências mais diretas na alteração da Taxa Selic são para aqueles que investem em letras e notas do Tesouro Nacional, em Certificados de Depósito Interbancário (CDIs) e outros produtos indexados pela Selic, como pode ser o seu caso se possui investimentos. Por isso, fique sempre atenta para saber se houve queda ou aumento nos números, pois isso orientará seus futuros rendimentos.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.