Verdade ou mito: o crack vicia na primeira tragada?

As substâncias do crack liberam altas quantidades de dopamina, um dos neurotransmissores do prazer. Mas é verdade que vicia na primeira tragada?

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 30/01/2017 às 08:54
Atualizado às 15:01

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando fumado, o crack chega à corrente sanguínea rapidamente, levando de 12 a 15 segundos. Suas substâncias liberam altas quantidades de dopamina, um dos neurotransmissores responsáveis pela sensação de prazer. Esse efeito passa depois de 5 a 10 minutos após a tragada, reduzindo muito os níveis desse neurotransmissor. Em seguida, vem o desejo de fumar de novo e alcançar novamente o prazer.

cachimbo, pedra de crack, primeira tragada

Foto: Shutterstock

O que designa o termo dependência é o uso repetido, a habituação e a tolerância à substância. “Os estudos revelaram que cerca de 80% dos que experimentam crack não se viciam. Porém, ele provoca uma deterioração muito rápida e intensa da saúde e das condições de vida dos usuários”, afirma o psiquiatra Leonard Verea.

LEIA TAMBÉM

Texto: Júlia Prado Edição: Angelo Matilha Cherubini

Consultoria: Leonard Verea, psiquiatra

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.